Saúde no DF Onde está o médico?

0
26

Escalas descumpridas. Levantamento da Secretaria de Saúde mostra que faltas não justificadas ao serviço estão entre as principais causas de procedimentos administrativos instaurados pela corregedoria do órgão

Controle de ponto no Hospital de Base | RICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIA

Os números da Corregedoria de Saúde confirmam a sensação dos moradores do DF de que o atendimento na rede pública poderia ser bem mais eficiente.

Criada em fevereiro de 2011, a corregedoria já instalou 1,6 mil procedimentos administrativos para apurar irregularidades na rede. Deste total, 338 procedimentos foram por faltas injustificadas ou descumprimento de carga horária.

“Os maus funcionários não são uma regra no sistema de saúde público do DF, mas eles, com certeza, existem e atrapalham o funcionamento da máquina”, comenta o corregedor de Saúde, Maurício de Melo Passos.

Os casos de funcionários fantasmas e ausentes chegaram à corregedoria por denúncias feitas pelos próprios colegas. As faltas não justificadas ocorrem quando o profissional acumula 60 dias ou mais sem ir trabalhar no prazo de um ano ou quando fica 30 dias sem justificar o não comparecimento ao serviço. Já o descumprimento de carga horária acontece quando, por repetidas vezes, o servidor não cumpre as horas estipulados no contrato. Leia mais

Fonte: Érica Montenegro – Jornal Metro DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui