Sem apresentar provas, Gilmar Mendes afirma haver acordo entre traficantes e evangélicos no Rio

Sem apresentar provas, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes afirmou que há um “aparente” acordo entre evangélicos e traficantes no Rio de Janeiro. O ministro fez a declaração durante uma reunião que havia sido presidida pelo também ministro Luís Roberto Barroso.

“Recentemente, o ministro Luís Roberto Barroso presidiu uma reunião extremamente técnica sobre essa questão, e um dos oradores falou de algo que é raro ouvir: uma narcomilícia evangélica, aparentemente no Rio de Janeiro, onde já se tem um acordo entre narcotraficantes e milicianos pertencentes ou integrados a uma rede evangélica. É algo muito sofisticado”. Gilmar Mendes ao portal g1.

Gilmar Mendes também se manifestou sobre o pedido do ex-presidente Jair Bolsonaro por uma anistia às pessoas condenadas pela participação nos atos de 8 de janeiro de 2023. Para o ministro, não há razão para falar em perdão.

O ministro disse: “Não é o caso de falar de anistia quando essas pessoas estão começando a cumprir pena. O que me parece é que muitos imputam ao ex-presidente uma falta de solidariedade. Ele jogou essa gente na fogueira e foi para Miami. Me parece que a anistia foi o tipo de mensagem para movimentar o establishment político para ter uma bandeira de anistia não para os autores intelectuais, mas para aqueles pequenos que foram envolvidos nisso. Não tem cabimento anistia em relação a isso, são crimes extremamente graves”.

 

 

 

Fonte: Revista Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui