SENADOR ADELMIR SANTANA VOLTA A DEFENDER ELEIÇÕES INDIRETAS‏

0
10

O senador Adelmir Santana (DEM-DF), reafirmou, na sexta-feira (19/03), sua posição contrária à intervenção no Distrito Federal como forma de solucionar a crise política vivenciada em Brasília. Em discurso da tribuna, o parlamentar voltou a defender o processo de escolha indireta do governador pelos deputados distritais, mas avisou que, nessa escolha, tem que prevalecer interesses da cidade e não dos parlamentares. Acompanhado do Setor Produtivo do DF, Adelmir, que é presidente da Fecomércio/DF, vem cobrando a continuidade dos serviços do Governo e criticando, de forma dura, a intervenção.

“Estou certo, e acredito piamente, que, quando chegar o momento da escolha, haverá de prevalecer o espírito público em benefício da nossa cidade e a grande intervenção se dará no mês de outubro – a intervenção pelo voto. É aí que os brasilienses terão a oportunidade de reafirmar suas escolhas e fazerem efetivamente a grande intervenção”, afirmou o senador.

Na opinião de Adelmir, os brasilienses não devem pagar pelos erros dos seus políticos, mesmo porque estão sofrendo e “pagando por atitudes que não são nobres”. O senador lembrou que Brasília é uma cidade nova, com representação política mais jovem ainda. Destacou, ainda, lamentar profundamente a crise política por que passa a cidade, mas disse ter a certeza de que tudo será corrigido de “forma democrática, com o voto de cada um”.

“Temos, portanto, uma oportunidade de transformar essa crise em oportunidade, na busca de soluções que sirvam de exemplo positivo para todo o país, porque todas as ações que aqui são desenvolvidas têm ressonância em todo o Brasil”, concluiu.

Em aparte, o senador Geraldo Mesquita afirmou que apesar dos posicionamentos do senadores de Brasília, que tem defendido a cidade, falta, aos políticos locais, uma postura clara. “Eu ainda não vi, senador um pedido público de desculpas ao povo de Brasília por parte de pessoas que se dizem responsáveis. Essa população merece respeito. E, sinceramente, eu não vejo isso, a não ser de pessoas responsáveis, como os meus companheiros do Senado, Senadores por Brasília”, afirmou.

Já o senador Mão Santa, que estava na presidência, afirmou que o senador Adelmir, que tem lutado contra a intervenção, é uma das vozes mais importantes no cenário político de Brasília. “Vossa Excelência adentrou esta casa como suplente, mas hoje é a luz política em Brasília”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui