SINDSAÚDE-DF E MARLI RODRIGUES MENTEM EM JUÍZO

A situação de Marli e seu grupo no comando do SINDSAÚDE se complica cada vez mais, e eles poderão ser afastados a qualquer momento pela Justiça do Trabalho

O SINDSAUDE-DF e a MARLI RODRIGUES propuseram a ação trabalhista número 0000232-56.2024.5.10.0005, perante o juízo da 9ª Vara do Trabalho do Distrito Federal e juntaram um documento que seria oficial sobre o total de filiados em dia com o SINDSAUDE (4.755 filiados) e assim puderam questionar o quórum da AGE de 26 de fevereiro de 2024, que havia lhe afastado, alegando que seria necessário 2% deste total para que pudesse ser convocada a AGE.

O problema é que ao assim fazer, utilizou-se da base sindical de filiados totais e não da base sindical de filiados em dia no mês de fevereiro de 2024, numa tentativa de fraudar a verdade perante a justiça e tentar obter a liminar para o seu retorno à presidência.

A verdade veio à tona, quando o funcionário do CPD, Bruno Monteiro Diniz deu uma declaração em nome da Central de Processamento de Dados, sobre a quantidade total de filiados e a distribuição dos filiados pela modalidade:

pastedGraphic.png

Ao realizar o levantamento para ver se o opositor Amarildo de Sousa Carvalho teria conseguido os 2% dos filiados, Bruno usou a base de dados de todos os filiados e não dos filiados em dia, o que acabou sendo utilizado em juízo, para alegar ausência de quórum de 2% dos filiados em dia com suas obrigações.

É verdade que o juízo da 9ª Vara do Trabalho negou a liminar para Marli Rodrigues, mas também é verdade que agora o juízo já sabe da tentativa de fraude contra a justiça e deverá adotar as medidas legais em breve.

Amarildo ainda conseguiu junto à SES/DF,  que o total de filiados que pagaram SINDSAÚDE em fevereiro de 2024,  foi de apenas 3.022 filiados e não 3.116 alegados e a partir daí iniciaram as investigações.

Outro ponto que está chamando atenção do Juízo do Trabalho é o fato de que 1.603 filiados estariam pagando ou mediante desconto em folha (103), depósitos na conta corrente (1.322) e depósito bancário ou Pix (213) e que vários juízes dos trabalhos vem a muito tempo tentando bloquear créditos do SINDSAUDE em suas contas bancárias, mas nada encontra. A dúvida é se realmente existe este número de filiados e,  se existe, onde está sendo depositado tais valores, que a justiça não encontrou em mais de 20 penhoras online realizadas nos últimos tempos.

Como noticiado anteriormente, o juízo negou a liminar e agora Amarildo obteve provas de que a lista é de todos os filiados e não somente dos filiados em dia e esta situação irá complicar ainda mais a situação de Marli Rodrigues perante a justiça.

Ouvido o advogado Paulo Goyaz que representa  AMARILDO, presidente da Junta Governativa, este destacou que o SINDSAÚDE e a MARLI praticaram um ato atentatório à dignidade da justiça e deverão,  além de pagar multa, ainda ter que responder perante a Polícia Federal, em face desta situação jurídica por eles criadas.

Paulo Goyaz destacou que ao juntar um levantamento realizado dos filiados que assinaram o edital de convocação e a lista de presença da AGE, ficou evidente que o total da base sindical não é dos filiados em dia como alegado e que tal situação fica evidente quando analisa a lista da base sindical.

Agora, Amarildo deverá comunicar o fato a justiça nas próximas horas e deverá ainda comunicar a Polícia Federal e o Ministério Público pois é grave o procedimento adotado.

Marli ainda terá que começar a explicar os inquéritos policiais que descobriu que os valores recebidos da CIATOY pela venda de precatórios foi pagar nas contas de seus parentes e não do SINDSAUDE.

Amarildo noticiou ainda no dia de hoje que havia oficiado a SES/DF devolvendo os servidores cedidos ao SINDSAUDE, para o exercício do mandato sindical, que a lei local assegura e agora os beneficiados por estas situações deverão voltar aos seus postos de trabalhos junto a SES/DF, o que a população agradece pois será mais servidores trabalhando em prol da comunidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui