“SITUAÇÃO HUMILHANTE”

3
11

deu na folha Online

O governador afastado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), que está preso na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, recebeu na manhã desta sexta-feira a visita do chefe da Casa Militar, coronel Ivan Rocha. Segundo o coronel, Arruda não dormiu e está sofrido porque vive uma “situação humilhante”.

O militar disse que está confiante na Justiça para que Arruda possa retomar a liberdade. “Ele está sofrido, mas está bem. É uma situação humilhante a um governador de Estado”, disse.

O coronel negou que Arruda tenha recebido qualquer tipo de privilégio. “É a mesma sala que todos os presos que tem nível de chefe de Estado. É a mesma coisa. Ninguém consegue dormir numa situação como essa”, afirmou.

Para o chefe da Casa Militar, o governador foi injustiçado. “Ele está confiante na Justiça. Em 32 anos de serviço, nunca vi ninguém ser preso sem ser ouvido, sem ter o amplo direito de defesa”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui