Situação jurídica “estarrecedora”

0
21

A presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão, gostou especialmente de um trecho na sentença do juiz Álvaro Ciarlini, que determinou a indisponibilidade de bens do ex-governador Agnelo Queiroz. “A situação jurídica ora em análise mostra-se estarrecedora neste primeiro olhar. Não é fácil entender como, mesmo diante da situação de descalabro financeiro e orçamentário do DF, notadamente a partir do exercício de 2014, tenha sido iniciada a negociação da reforma do autódromo com previsão de gasto estimado de R$ 312,2 milhões”, avaliou o juiz.

 

Fonte: Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui