“Sócio de dono da Qualicorp doou R$ 2 milhões para a campanha de Pimentel”, diz Bené

0
9

Ainda de acordo com ele, parte do dinheiro, usada para pagar despesas do governador de Minas Gerais, foi entregue em espécie

POR FILIPE COUTINHO E MURILO RAMOS – ÉPOCA –

O empresário Benedito de Oliveira, mais conhecido como Bené, disse também que ele e o governador mineiro Fernando Pimentel estiveram com José Seripieri Júnior, principal acionista da Qualicorp, administradora de planos de saúde, a fim de pedir contribuições para a campanha em 2014. Júnior, segundo Bené, não colaborou, mas indicou um sócio para resolver o problema de Pimentel: Elon de Almeida. Empresas de Elon, de acordo com Bené, puseram R$ 2 milhões na campanha. Mas as empresas não conseguiram operar os planos de saúde no governo de Minas Gerais conforme Elon sonhara ao se aproximar de Pimentel.

 

Em depoimento, Bené diz que Pimentel procurou Seripieri em busca de ajuda na campanha.

 

Pimentel, por meio de seu advogado, disse que a versão de Bené deve ser desacreditada porque ele mesmo assume que o Estado de Minas Gerais não teve prejuízo com o negócio. Júnior, por meio de sua assessoria, disse ter sido procurado, mas que a Qualicorp não fez doações nem realizou pleitos. Almeida disse que não se manifestaria, pois não teve acesso ao teor do depoimento de Bené.

 

Atualização: A Qualicorp encaminhou uma nota. Nela afirma ainda: “A empresa jamais obteve ou sequer pleiteou ou negociou qualquer benefício junto ao governo de Minas Gerais, bem como a qualquer outro órgão público. A atividade empresarial da Qualicorp é eminentemente privada e depende diretamente da opção facultativa de cada usuário privado de plano de saúde, mesmo quando através de algum órgão público, não envolvendo portanto recurso (erário) público.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui