Somada à falta de diálogo e sensibilidade de Leany e Ledamar, briga entre Rollemberg e Celina está prejudicando a população carente do DF

1
29

Ao tentarem prejudicar Celina Leão, acabam por prejudicar a população que é atendida pelo órgão.

POR AMIGOS DA DEFENSORIA PÚBLICA DO DISTRITO FEDERAL –

O governo Rollemberg, ou mais especificamente a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão Leany Lemos e a subsecretária de Gestão de Pessoas Ledamar Souza Resende, estão mirando no alvo errado. Para atingir a deputada distrital e Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal Celina Leão, estão mirando e atingindo a Defensoria Pública do Distrito Federal. E qual o motivo?

 

Acontece que ao tentarem prejudicar Celina Leão, acabam por prejudicar a população que é atendida pelo órgão.

 

A deputada distrital não é atingida pelas investidas da supresecretária à Defensoria Pública. A cada investida do governo Rollemberg contra a Defensoria Pública, o órgão ficará ainda mais refém da presidente da CLDF. E qual o motivo?

 

A cada investida do Governo do DF contra o órgão que presta assistência judiciária gratuita e de qualidade à população carente, os Defensores Públicos sentem-se mais desprestigiados e desmotivados. Isso reflete na qualidade do trabalho. Prejudica a população. E qual o motivo?

 

Alguns integrantes da cúpula já entenderam que a estratégia do governo está errada. No lugar de castigar a Defensoria Pública, o GDF deveria mudar a tática e se aproximar do órgão que, diariamente, recebe, em cada um de seus núcleos, centenas de pessoas, eleitores. E qual o motivo?

 

Anda faltando, no entanto, sensibilidade política e tato por parte da secretária de Planejamento Leany Lemos, dizem importantes integrantes do Governo do DF. Quem sabe, lendo esta desabafo, Leany e Ledamar, resolvam chamar a Defensoria Pública para uma conversa franca e aparar as arestas. Seria bom para todo mundo, incluindo, no todo mundo, o próprio Governador Rodrigo Rollemberg. E qual o motivo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui