“STFVergonhaNacional” alcança o topo do Twitter mundial após decisão de Moraes

0
174

“Essa investigação foge de todos os parâmetros”, criticou Janaína Paschoal ao dar apoio a PGR contra decisão de Moraes.

Por: Will R. Filho

A internet está reagindo à decisão tomada pelo ministro Alexandre de Moraes, do supremo Tribunal Federal, que mandou a Polícia Federal cumprir mandados de buscas e apreensões em 29 endereços de pessoas ligadas à base de apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Como resultado, a hashtag “#STFVergonhaNacional” alcançou o segundo lugar entre as dez mais citadas do mundo, ficando em primeiro lugar no Brasil, um claro sinal de rejeição popular à Suprema Corte do país.

Não apenas os apoiadores do presidente se manifestaram, como também o procurador-geral da República, Augusto Aras, que já solicitou ao STF o arquivamento do inquérito no qual Moraes se baseou para tomar a sua decisão.

Aras considerou a decisão de Moraes desproporcional, visto que não cabe aos ministros do STF exercer o papel de investigação, mas sim ao Ministério Público Federal. Ou seja, mandados de busca e apreensão deveriam ser pronunciados apenas por solicitação do MP, e não por conta da própria Corte.

“Dr Aras tem razão! Uma pessoa, por melhor que seja, não pode ser, a um só tempo, vítima, investigadora, acusadora e julgadora. Essa investigação foge de todos os parâmetros. Não digo isso como Deputada, mas com base em 20 anos de advocacia e como Professora de Direito Penal”, comentou Janaína Paschoal em sua rede social.

Fonte: jornaldacidadeonline

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui