Taguatinga lança atendimento especializado para gestante

0
46
gestantes

Cem pacientes recebem orientações multiprofissionais

Um cuidado a mais para mãe e bebê é o que a Secretaria de Saúde (SES-DF), por meio do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), oferece às grávidas na I Oficina de Gestantes, que será realizada nesta quinta-feira (21), das 14h às 18h, no auditório do hospital. O objetivo do serviço é oferecer orientações clinicas às gestantes e seus acompanhantes sobre o antes, durante de depois do parto. 

“Fui convidada pela enfermeira Laura do HRT para participar dessa oficina e estou muito feliz, pois sou mãe de primeira viagem e não tenho nenhuma experiência. Venho com um familiar que vai ficar comigo na hora do nascimento do Fernando Wagner. Sei que o curso vai nos ajudar muito”, disse Thayana Lopes, 19 anos, grávida de 05 meses.

Nesta primeira etapa, cem gestantes vão participar da oficina prepatória para o I Curso de Gestante que acontecerá em janeiro. Para que toda Regional participasse do evento, foram disponibilizadas 05 vagas para cada centro de saúde, totalizando 40. As demais vagas foram distribuídas às pacientes do alto risco, internadas no HRT, e às que fazem acompanhamento em casa. Quinze servidoras da regional que estão gestantes, também, participarão das atividades.

Segundo gestante Joana Duarte, 38 anos, grávida de 07 meses, a oficina dará o suporte necessário para a chegada do Pedro Henrique. “Trabalho nos serviços gerais do hospital e agora vou ter a oportunidade de aprender como devo cuidar de mim e do meu bebê, o que não aconteceu na minha primeira gravidez.”

O diferencial do novo serviço que, anteriormente era oferecido somente pela rede privada, é que a gestante e o seu acompanhante vão participar conjuntamente de ações de orientação sobre o parto.

Para participar da oficina, as gestantes deverão preencher os seguintes requisitos como ter feito o pré-natal no centro de saúde, estar com 36 semanas de gestação e vir acompanhada por um familiar, de preferência, quem vai acompanhá-la na hora do parto.

“É muito comum nesta fase que os avôs, esposos, amigos e familiares dêem inúmeros palpites. No curso esclarecemos todas as dúvidas, além de acabar com os mitos em relação à amamentação, mostrando às gestantes a importância desse ato no aumento do vínculo entre mãe e filho”, descreve a chefe do ambulatório Patrícia Castro.

O curso é formado por equipe multidisciplinar, que envolve profissionais da ginecologia, assistência social, enfermagem, psicologia, terapia ocupação, pediatria, nutrição, fonoaudiologia e do Centro de Referência do Banco de Leite Humano do HRT. Os especialistas abordarão temas como Parto e Modificações Gravídicas; Direitos da Gestante e da Mãe trabalhadora que amamenta; Parto Humanizado, Cuidados com o bebê; Acompanhamento de Crescimento e Desenvolvimento (ACD); Nutrição da Gestante e do Lactente; Adequações posturais para mãe e filho; Amamentação e Shantalla.

“Pensamos em um curso que abrangesse todo atendimento do binômio mãe-filho. Por isso, neste momento muito especial queremos orientar as gestantes em diferentes aspectos sobre a qualidade de vida de ambos”, destaca o coordenador de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira.

Serviço:
Novas inscrições do Curso serão recebidas pelo telefone: 3353-1061

Por Claudete Nascimento, da Agência Saúde DF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui