TCDF cobra explicação do Metrô sobre aumento em gratificação da diretoria

1
46

Corte quer resposta sobre a legalidade do aumento de 55% para 80% no benefício recebido por servidores que atuam na cúpula da empresa

HUGO BARRETO/METRÓPOLES

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) tem 15 dias para explicar ao Tribunal de Contas local (TCDF) o porquê de ter aumentado de 55% para 80% a bonificação de servidores que ocupam cargosna diretoria da empresa. Os percentuais são calculados tendo como base a remuneração de cada um. O plenário da Corte de Contas votou, nesta terça-feira (01/10/2019), pela admissibilidade de representação do Ministério Público de Contas, que questiona a legalidade da ampliação.

No relatório, o conselheiro Márcio Michel concluiu que a medida viola os princípios apontados no artigo 19 da Lei Orgânica, além de outros que regem a administração pública, como a legalidade e a impessoalidade. “A decisão administrativa visa beneficiar dirigentes da empresa, diretamente subordinados ao diretor-presidente do Metrô-DF”, diz o documento. O impacto do reajuste, contudo, ainda não foi calculado pelo TCDF.

Fonte: Metrópoles

1 COMENTÁRIO

  1. O presidente da Metrô é especialista em privatizações, de sistema metroviário nada entende, agora aumentar o próprio salário ele sabe.
    Os empregados estão há 3 meses sem receber vale alimentação, plano de saúde e anuênio, com descontos absurdos e sem emissão do contra-cheque para possível conferência.

    Absurdo o aumento de 80% no salário dos comissionados, enquanto temos cancelas quebradas, escadas rolantes com defeito e trens quebrados (serviços terceirizados).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui