TCDF INVESTIGA A BRASILIATUR

0
14
As investigações na BrasíliaTur tiveram início em 2008. Um verdadeiro ralo de dinheiro público foi gasto sem licitação. O Ministério Público do Distrito Federal, o Ministério Público do Trabalho e o Tribunal de Contas da DF estão investigando denúncias contra a BrasíliaTur. Perguntado pela imprensa sobre os escândalos na empresa, governador Arruda jogou a responsabilidade em cima do vice Paulo Octávio, principalmente porque os diretores do órgão foram indicados por PO. Essa manifestação do governador em relação ao vice indicou o início da quebra de acordo eleitoral para 2010 e frustra PO de ser candidato ao governo local. PO transformou a BrasíliaTur num excepcional cabide de empregos: funcionários comissionados recebiam (ou ainda recebem?) salários de até R$ 18 mil. Órgão do GDF tem a sua disposição verba de R$ 30 milhões para gastar com festas e eventos , e que PO soube gastar muito bem nas grandes festas que realizou nos dois primeiros anos do governo de Arruda. E mais: o jornal DF Notícias já havia publicado a informação sobre um contrato de publicidade suspeito, sem licitação, feito pela BrasíliaTur e a Comunicação do Governo do Distrito Federal, que deveriam pagar juntas a vultosa quantia de R$ 800 mil para divulgação de matérias e fotos alusivas aos 48 anos de Brasília em uma edição única da falida e extinta revista Manchete. Todos os contratos feitos pela BrasíliaTur, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, estão sendo investigados. Uma auditoria concluirá sobre quais contratos poderão continuar em vigor. Perguntar não ofende: Por quê o pessoal da BrasíliaTur não cuida dos pontos turísticos da capital? Por quê o Ministério Público anda tão quieto sobre os escândalos que envolvem a BrasiliaTur?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui