TODOS CONTRA TADEU

2
9

É incrível como o jogo muda o tempo todo. A poucas horas da eleição, propostas, promessas e imposições fizeram com que o candidato ao governo tampão Rogério Rosso (PMDB) esteja sendo beneficiado com sua possível eleição para o Governo do Distrito Federal, mesmo que em segundo turno.

Atentos ao movimento, o grupo que está fechado com Wilson Lima (PR) começa a se mexer e levantou uma alternativa: como Rosso é apoiado pelo deputado federal Tadeu Filippelli, presidente do PMDB, e o empresário e ex-presidente da Novacap no governo Arruda, Luiz Carlos Pietschmann, e caso ele se mantenha na liderança, o jeito será votar em massa no candidato petista, Antônio Ibañez, e garantir a eleição logo em primeiro turno.

É a única saída que encontraram até o momento para afastar, de vez, o fantasma da intervenção, uma vez que Rosso foi secretário de Desenvolvimento Econônimo e administrador de Ceilândia no governo Roriz e, no governo Arruda, foi presidente da Codeplan, empresa que é alvo de investigações da Caixa de Pandora e de uma CPI na Câmara Legislativa. Fonte: blog do sombra

Rogério Rosso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui