TODOS OS VEREADORES DE CIDADE DE MINAS SÃO PRESOS

2
8

Acusados de desviar recursos públicos de Fronteira, no interior de Minas, eles foram para cadeia e são tratados como presos comuns

Os vereadores de Fronteira, a 667 quilômetros de Belo Horizonte – presos desde terça-feira (19) no presídio de Frutal, a 50 quilômetros de distância, por uso irregular da verba indenizatória –, são tratados como presos comuns. A informação é da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Defesa Social, órgão responsável pela Subsecretaria de Administração Penitenciária (Suapi). Todos tomam banho frio e os homens tiveram as cabeças raspadas com máquina dois. O presídio tem capacidade para 60 presos, mas abriga 116.

Leia também: Todos os vereadores de cidade de Minas são presos

A ex-presidenta da Câmara Municipal Sileide Nunes do Nascimento Faitaroni (PP), única mulher do grupo, não teve os cabelos raspados e divide uma cela com outra detenta. A secretaria não informou qual crime teria sido praticado pela detenta que divide a cela com a vereadora.

Estão juntos em apenas uma cela os oito homens: Maurílio Carlos de Toledo (PSDB), Raidar Mamed (PSDC), João Veraldi Júnior (PDT), Nildomar Lázaro da Silva (PR), José Marcelo Soares dos Santos (PDT), Eduardo Florêncio de Souza (PMDB), Daniel dos Reis Linhares Pontes (PMN) e Samer Saroute (PMN). Dois deles tomam medicamentos para diabetes. A identidade de quais possuem a doença não foi revelada. As celas do presídio possuem 12 metros quadrados, um banheiro com chuveiro de água fria e camas. Ao chegarem ao presídio, na terça-feira (19), todos passaram por consulta médica e apresentaram boa saúde.

Fonte: IG

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui