Um ano do Programa de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas

0
10

 

Lançado em 31 de agosto do ano passado, pelo decreto nº 32.901, o Programa de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas completa seu primeiro ano. O trabalho foi dividido em três pilares: prevenção, tratamento e repressão. O balanço das ações que envolvem 15 secretarias e mais a Codeplan mostra que o programa está no caminho certo.

 

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e o secretário de Justiça, Alírio Neto, coordenador do Comitê de Enfrentamento, farão a apresentação do relatório do primeiro ano das ações hoje, às 16h, na sede da Gasol, localizada no SIA Trecho 1, Área Especial 56-PLL. Secretários de outras pastas envolvidas no programa também falarão do trabalho desenvolvido neste período.

 

Na ocasião, o secretário de Justiça fará ainda o anúncio de mais sete parcerias dentro desta terceira fase, de mobilização social, que consiste em buscar parceiros na sociedade civil a fim de multiplicar esforços no enfrentamento ao uso e tráfico de drogas.

 

Serão assinadas Cartas de Intenção com os sindicatos do Comércio Varejista de Combustíveis Automotivos e de Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis), de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sindhobar) e do Comércio Varejista (Sindivarejista), a Rede de Postos Gasol, a Direcional Engenharia, o Centro Educacional Sete Estrelas (Sobradinho) e a Associação dos Criadores do Planalto.

 

Eles abraçaram a causa e passam a fazer parte da rede de enfrentamento, com distribuição de material educativo, uso de bottons e camisetas, cartazes, banners. A equipe da Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas (Subad), da Secretaria de Justiça (Sejus) fará palestras e apresentação da peça Quero Ser Feliz. E você? nos canteiros de obras, colégios, escolas, postos de gasolina, bares.

 

Os novos vão se juntar aos já parceiros sindicatos dos Estabelecimentos Particulares de Ensino (Sinepe) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon), o Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) e a Cooperativa de Consumo dos Feirantes da Feira dos Importados (Cooperfim). São quase 25 mil multiplicadores no combate ao uso e tráfico de drogas no DF.

 

A partir de agora, a campanha Viva a Vida Sem Drogas ganha as ruas do Distrito Federal inteiramente. A mensagem estará em todos os lugares, porque essa luta é de todos!


Contatos: Lúcia Leal (9119-1119), Rafael Varanda (9301-8453) e Carina Lasneuax (9263-8848)


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui