Vanusa foi vital para a eleição de Hermeto, que agora é obrigado pela justiça a manter distância da ex-esposa

0
490

Membro da CPI do Feminicídio na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o policial militar e deputado distrital João Hermeto (MDB) deve deixar a função após decisão judicial baseada na Lei Maria da Penha, que obriga o parlamentar a manter 300 metros de distância da ex-mulher Vanusa Lopes.

“Tenho passado muitas situações difíceis de violência psicológica, moral e destruição da minha imagem. Diante de tudo que tenho vivido, preferi procurar ajuda, pois ele tem feito anulação social, alijamento e proibido que as pessoas falem comigo”, argumentou Vanusa, que foi responsável por boa parte dos votos que Hermeto recebeu na última eleição.

Hermeto perdeu a mulher e agora, preciosos votos do público feminino, que nos grupos de WhatsApp já pedem que Vanusa Lopes (ex-Vanusa Hermeto) seja candidata a deputada distrital em 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui