‘A fé é muito importante no combate à violência’, afirma capelão evangélico da PMDF

0
35

 

À frente da Capelania Evangélica da Polícia Militar do Distrito Federal, o tenente-coronel, pastor Gisleno Faria, iniciou suas atividades no ano de 2009, quando quis unificar a atividade religiosa com a profissional.

Em conversa com o Blog do Fred Lima, Gisleno fala sobre sua vivência como capelão-chefe e a importância da fé para os policiais militares. Confira:

Como tem sido a experiência de ser capelão da PM?

É muito gratificante poder ajudar os policiais a darem o máximo de seus potenciais para bem servir à sociedade. A profissão é muito exigente, estressante e tem que lidar com as situações mais degradantes do cotidiano. Isso pesa muito no emocional, nos relacionamentos e na vida de um modo geral. O PM quando está bem consigo mesmo serve muito melhor, e assim a população está mais protegida.

De que forma a fé pode influenciar no combate à violência?

A fé é muito importante no combate à violência. Como é uma profissão que tem risco, a gente precisa saber conviver com a possibilidade de morte. Podemos nos deparar com situações críticas, como homicídio, estupro e acidente etc. Quando você tem uma fé consolidada, as possíveis questões existenciais são superadas com mais facilidade. Fora isso, a fé desenvolve em nós o nosso melhor, sabendo que vamos prestar contas de todas as ações a Deus. A fé também nos faz entender que o ser humano é uma criação do Criador e devemos protegê-lo. Crer em Deus é muito importante e facilita para o policial lidar com todos os casos. A fé, comprovadamente, influencia a saúde psíquica, emocional e o enfrentamento em situações difíceis. Todas essas coisas recebem uma contribuição direta dela.

Fonte: Blog do Fred Lima

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui