ARRUDA, O CARA DE PAU

1
13

Do Blog do Andre de Moura Soares

image José Roberto Arruda consegue surpreender a população do Distrito Federal mais uma vez, negativamente, diga-se de passagem. Em entrevista ao Correio Brasiliense faz pose de bom moço. Mas a máscara de agora não consegue enganar. A mentira, principal veneno destilado pelas cobras do mau, é perceptível nas entrelinhas da reportagem. Arruda é o maior símbolo da chacota política, da perversidade, da perfídia dominante no meio político.  O Correio fez um grande papel, deu espaço para que a personalidade doentia do ex-preso provisório mais uma vez se mostrasse visível à sociedade. O Correio, no entanto, fez um papel menor ao deixar de formular perguntas importantes e que teriam ajudado aos mais desavisados a perceber que a pose de bom moço é mais um embuste, parecido com aquele dos kits de UTI, em que Arruda e Augusto Carvalho apresentaram leitos de UTI usados como novo. Arruda tenta mostrar ser um homem novo, mas não passa do velho político insensível e imoral que sempre foi. Abaixo, um detalhamento da tentativa de ludibriar a população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui