AS VIAS MARGINAIS DE BRASÍLIA

3
10

É comum que após a morte de políticos, seus nomes sejam utilizados para batizar monumentos e obras. No Maranhão, por exemplo, tudo chama Sarney, na Bahia tudo é conhecido como Antônio Carlos Magalhães e a lógica pode ser observada em todo Brasil. Com a morte política de Arruda, que, inclusive já recebeu a extrema-unção por parte do Bispo Dom João Braz de Aviz, urge que prestemos uma homenagem ao pioneiro governador (pioneiro, pois foi o primeiro a experimentar o xadrez no exercício do mandato).

O Distrito Federal não pode se afastar da lógica nacional e, apesar dos pesares, não pode cair no pecado da ingratidão e deixar de homenagear Arruda pelas boas obras, como  a duplicação da EPTG, que ganhará duas marginais.

Assim, para que não sejamos ingratos, sugiro a modificação do nome Estrada Parque Taguatinga-Guará para MARGINAL JOSÉ ROBERTO ARRUDA e, para não deixar de homenagear o parlamento, que  as outras marginais recebam as seguintes denominações: MARGINAL EURIDES BRITO; MARGINAL LEONARDO PRUDENTE E MARGINAL BENÍCIO TAVARES.

Fonte: blog do andre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui