DURVAL: “NÃO AGUENTAVA MAIS OS ACHAQUES DE ARRUDA E PAULO OCTÁVIO”

1
6

Do ex-secretário do governo do Distrito Federal, Durval Barbosa, delator do suposto esquema do mensalão do DEM, na CPI da Câmara de Brasília que investiga a corrupção no governo:

– Já prestei mais de 40 depoimentos a entidades em que eu realmente confio.

– Mas a sociedade tem muito mais vontade de ouvir [o ex-governador, José Roberto] Arruda e [o ex-vice-governador] Paulo Octávio se explicar, os assessores e aquelas pessoas todas, como eu me expliquei. Eu tive coragem de me autoincriminar, pois não estava aguentando mais os achaques de seu Arruda e de Paulo Octávio e de quem tinha alguma coisa a ver. Então por isso tive a iniciativa de me livrar desse mal que estava me corroendo.

– Eu ratifico todos os depoimentos prestados até então no Ministério Público Federal, na Polícia Federal e no Ministério Público Local. Quero dizer que essa coisa estão andando, estão evoluindo, e é bom a gente parar [de falar] por aqui.

Após as palavras, Durval disse aos membros da CPI que vai se valer de um habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que lhe garante o direito de ficar calado.

Questionado se iria responder a alguma pergunta dos deputados, respondeu que “não, nenhuma”.

Fonte: blog do noblat

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui