Análise política: Em Uberaba, Samir Cecílio finge ser bolsonarista para disputar Prefeitura?

Na cidade localizada no Triângulo Mineiro, não se fala em outro assunto, a não ser o fato de um suposto golpe político em andamento

Não se trata daquele golpe armado, com derramamento de sangue e quebradeira do patrimônio público. Estamos falando de um golpe mais simples, na sombra da história e que é praticado porque, infelizmente, os eleitores têm memória curta: O famoso mudar de lado para tentar se eleger!

Samir Cecilio, conhecido empresário de Uberaba, foi vereador, Secretário e Presidente da Cohagra na administração do Prefeito esquerdista Anderson Adauto.

O ex-prefeito Anderson Adauto é conhecido como réu confesso no Mensalão do PT e que tem íntima amizade com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).  Inclusive na época, os apoiadores de Samir o chamavam de “Samir do Lula”.

Agora vem a pergunta: Esse mesmo Samir Cecilio está sendo apresentado como “candidato de Bolsonaro” em Uberaba? Pode isso Arnaldo?

Os moradores da cidade questionam qual seria o interesse de Samir em trocar de lado. Suas opiniões mudaram? Migrar da esquerda para direita é tão simples assim?

Não é uma questão de duvidar das suas intenções, é uma questão de não ter lado, não ter compromisso com os seus eleitores.

Não é uma questão de duvidar das suas intenções, é uma questão de não ter lado, não ter compromisso com os seus eleitores.

Aliás, tem lado sim, mas o eleitor de Uberaba está atento aos movimentos de político que finge ser bolsonarista para chegar à Prefeitura.

PREFEITA AJUDOU BOLSONARO 

Por outro lado, a prefeita de Uberaba, Elisa Araújo, se filiou ao PSD no último dia 14/3 de olho na reeleição.

Eleita pela primeira vez em 2020 pelo Solidariedade, a troca de partido da prefeita foi encabeçada pelo ex-ministro da Agricultura, Marcos Montes, natural de Uberaba.

Em nota divulgada à imprensa, Elisa informou que a decisão foi tomada após um diálogo com aliados políticos, entre eles o governador Romeu Zema (Novo) e vice-governador Mateus Simões (Novo). Ela destacou, ainda, que o PSD é o partido com maior número de prefeituras no país e que ela desejava participar de uma legenda mais próxima do governo de Estado.

Em 2022, no segundo turno das eleições, Elisa Araújo recebeu de braços abertos a então primeira-dama Michelle Bolsonaro em Uberaba. O ginásio do UTC (Uberaba Tênis Club) ficou lotado durante o ato de apoio à reeleição de Jair Bolsonaro e mostrou a força política da prefeita.

À época, segundo informações da presidente do PL em Uberaba, Ellen Miziara, o evento recebeu aproximadamente cinco mil pessoas, e foi organizado pelo Movimento Mulheres com Bolsonaro e teve como objetivo de mostrar o engajamento das mulheres na política.

Resta saber agora por quê a presidente do PL em Uberaba não quis apoiar a reeleição de Elisa Araújo e decidiu lançar candidato próprio na disputa pela prefeitura da cidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui