Homem é flagrado no Aeroporto de Brasília com US$ 280 mil nas meias

1
14

Ele também carregava R$ 14 mil; origem do dinheiro não foi explicada.

PF diz que o suspeito, de 41 anos, saiu de São Paulo e desembarcou 21h.

Do G1 DF

Notas de dólares e reais escondidas debaixo da calça de um passageiro no Aeroporto de Brasília (Foto: Polícia Federal / Divulgação)Notas de dólares e reais escondidas debaixo da calça de
um passageiro no Aeroporto de Brasília
(Foto: Polícia Federal / Divulgação)

A Polícia Federal informou que um homem foi flagrado nesta sexta-feira (13), no Aeroporto Internacional deBrasília, com US$ 280 mil e mais R$ 13.950, escondidos nas meias.

Todo o dinheiro, informou a Polícia Federal, estava debaixo de uma meia de futebol que o suspeito vestia.

O homem, de 41 anos, tinha embarcado num voo em São Paulo com destino à Capital Federal.

Ao descer da aeronave, ele foi abordado por agentes da PF.

O passageiro não comprovou a origem do dinheiro e por isso foi detido e levado do aeroporto para a Superintendência da Polícia Federal, em Brasília.

Cédulas apreendidas pela Polícia Federal em Brasília (Foto: Polícia Federal / Divulgação)Cédulas apreendidas pela Polícia Federal em Brasília
(Foto: Polícia Federal / Divulgação)

O suspeito permaneceu calado durante o depoimento, segundo a corporação. Ele foi liberado, mas vai responder por lavagem de dinheiro.

De acordo com a PF, os dólares serão encaminhados para o Banco Central e os reais para o Banco do Brasil.

De acordo com a Receita Federal, todo passageiro que quiser viajar com recursos em espécie, seja em moeda nacional ou estrangeira, em valores acima de R$ 10 mil, é obrigado a apresentar uma declaração informado, por exemplo, a identidade completa do comprador.

A Declaração Eletrônica de bens de Viajante (e-DBV) pode ser adquirida no site da Receita Federal. Quando for embarcar, o passageiro também precisa se dirigir ao posto de fiscalização aduaneira nos aeroportos, para que a declaração seja conferida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui