MARISA SERRANO ABRE MÃO DE MANDATO NO SENADO E DEIXA O PSDB

2
7

Uma das coordenadoras da campanha de José Serra, a senadora Marisa Serrano deixará o PSDB para ocupar uma vaga no Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul.

Marisa foi eleita ontem  com 20 dos 23 votos dos conselheiros.

– Depois de 40 anos, decidi dar um rumo na vida. Chega um momento de parar, uns mais cedo, outros mais tarde – justifica a senadora que, surpreendentemente, abriu mão de quase 4 anos de mandato.

No estado, a eleição da tucana é atribuída a uma forte influência do governador André Puccinelli (PMDB) que teria interesse em se candidatar a senador em 2014 e também está alinhado com o suplente, o empresário Antônio Russo Netto (hoje sem partido, mas já com acerto de voltar ao PR).

– Nunca vi os governos não se interessarem por qualquer cargo de conselheiros, nem o governo federal por ministros de tribunais, os governos se interessam, porém, o governador apoiou explicitamente outro candidato – garante a senadora. De quebra, Puccinelli também tirou Marisa da corrida para a prefeitura da capital.

Neto será o 16º suplente no Senado. Em 2009, o futuro novo senador foi acusado de deixar a ver navios boa parte dos credores de seu frigorífico, o Independência, o segundo maior do país, que está em recuperação judicial desde 2009 com uma dívida de R$ 3 bilhões – originada na crise dos derivativos. O Independência chegou a recorrer ao BNDES, sem sucesso.

Por meio de sua assessoria, Netto informa que 75% da dívida já foi equacionada.

Fonte: Poder Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui