Nota do deputado Chico Vigilante

0
19

 

A verdade sempre prevalecerá

No dia 05 de janeiro de 2015, o governador Rodrigo Rollemberg veio a público dizer que havia encontrado nos cofres do Governo do Distrito Federal apenas R$ 64 mil. Segundo afirmação que ele fez cinco dias após tomar posse, o ex-governador Agnelo Queiroz havia quebrado o DF.

 

Diante da afirmação infundada de Rollemberg, abri o Sistema Integrado de Gestão Governamental (SIGGO) e vi que ele mentia para a população e para a opinião pública. No dia em que Rollemberg afirmou que o governo estava com um saldo de apenas R$ 64 mil em suas contas, mostrei que o GDF tinha em caixa o valor de R$ 1 bilhão e quarenta milhões. Naquela altura, o governo já dava demonstração de que não sabia lidar com os números.

 

Desde então, travei uma briga particular para mostrar a verdade. Através da minha assessoria, gravei vídeos simples. Era como se fosse uma batalha de Davi contra Golias: de um lado, eu, Chico Vigilante, gravando vídeos de um celular. Do outro, o governador Rodrigo Rollemberg, com todo o aparato dos grandes meios de comunicação a seu favor, afirmando que o GDF estava quebrado.

 

Quero aqui destacar que, no início, muitos duvidaram de mim, inclusive companheiros do PT. Mesmo assim, em nenhum momento me furtei de mostrar a verdade, pois tinha a meu favor os dados oficiais do GDF. O Siggo não mente.

 

Mas fui além, mostrei que a atual gestão não sabia nem sequer quantas contas o governo tinha. Por exemplo, informei a eles que o GDF tinha mais 200 contas em diversas instituições financeiras e cada uma das Secretarias tinha mais de uma conta. Naquela altura, peguei apenas as contas do Governo do Distrito Federal, ou seja, Secretaria de Planejamento.

 

O resultado da minha batalha foi coroado agora, depois da entrevista do ex-secretário da Casa Civil do governo Rollemberg, Hélio Doyle, que veio a público dizer que o governo não soube lidar com os números no início; que havia divergências entre os números fornecidos pelo próprio governo: a Secretaria de Planejamento apresentava um número, enquanto a Secretaria de Fazenda mostrava outro.

 

Para mim, esta é mais uma prova de que eles estavam mentindo e nós desmascaramos essa mentira quando os levantamentos feitos por mim serviram de base para sustentar a legalidade das leis que permitiram os reajustes dos servidores.

 

Portanto, quero colocar aqui que, 409 dias após o início da minha batalha,  estou muito feliz com a afirmação de Doyle. Infelizmente, passou-se mais de um ano para a população tomar conhecimento de que eu estava com a razão.

 

Quero aqui esclarecer que este trabalho de desconstrução de uma mentira foi feito por mim, auxiliado pelos meus assessores, José Williman e Gilmar Magal.

 

Através da tela de um celular, fomos nós que mostramos a verdade para a população do Distrito Federal e desmontamos uma farsa.

 

Deputado Chico Vigilante (PT/DF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui