Quinta edição da Festa das Águas acontece nos dias 2 e 3 de fevereiro com apresentações musicais, cortejo, honrarias e feira de artesanato e gastronomia

Com programação gratuita, a celebração presta homenagens a Iemanjá, rainha do mar e a Oxum, Orixá que reina sobre as águas doces.

O Dia de Iemanjá, comemorado anualmente em 2 de fevereiro, é uma das celebrações populares mais tradicionais de todo o país. Como não poderia ser diferente, em Brasília, a data também é festejada, reunindo a comunidade brasiliense para reverenciar a Rainha do Mar. E como a celebração acontece às margens do Lago Paranoá, a Deusa das Águas Doces também é homenageada no festejo.

Em 2024, a Festa das Águas, que já virou tradição candanga, expande sua programação e, pela primeira vez, acontece em duas datas: 2 e 3 de fevereiro, em meio a uma rica programação cultural na Praça dos Orixás, sagrado território cultural e Patrimônio do Distrito Federal.

A festa é realizada pelo Instituto Rosa dos Ventos de Arte, Cultura e Cidadania e pela Odoyá Produção Cultural e Audiovisual. A realização integra o Circuito Candango de Culturas Populares e conta com fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal, do Governo do Distrito Federal, do Ministério da Cultura e do Governo Federal.

 

Reverência ao feminino

Grandes detentoras dos saberes e fazeres tradicionais de matriz africana, as mulheres são responsáveis por manter viva uma imensa parte de nossa ancestralidade. Por essa razão, em 2024, a Festa das Águas é dedicada a elas, como um reconhecimento e celebração de tamanho poder de manutenção e capacidade de transformação.

“Em se tratando da cultura popular afro, é notória a forte presença das mulheres, não somente em espaços sagrados, mas também em territórios culturais. Há muitas mais Yalorixás, Ekedis, Produtoras, Artistas e Agentes Culturais femininas, por exemplo. Por isso é que a celebração deste ano é dedicada a elas. Saudemos nossas Orixás e honremos suas filhas”, explica Stéffanie Oliveira, presidente da Rosa dos Ventos e coordenadora geral do evento.

Programação Cultural e Gastronômica

A curadoria para a 5ª edição faz jus à grandeza das necessárias honrarias a Oxum e Iemanjá — Encontro de Samba de Roda inédito, Encontro de Baque Virado sem precedentes, Gerações do Samba em um só palco e ícones da música nacional, como Karynna Spinelli, Tia Surica e Mateus Aleluia Filho. Toda essa diversidade de manifestações do profano para contemplar o sagrado inclui ainda a Feira de Artesanato Tradicional, com produções criativas genuínas, e a Feira Gastronômica Afro, com apetitosas iguarias ancestrais.

“A festa das águas é uma celebração única que une cultura, religiosidade e tradição, proporcionando um momento de encontro e integração entre diversas expressões culturais. O caráter gratuito e aberto a todos os públicos reforça o compromisso de proporcionar uma experiência inclusiva e acessível a todos os interessados em celebrar a cultura afro-brasileira. A cosmogonia Yorubá diz: O mundo antes de ter terra era só água. Muito axé para o mundo e saravá sempre”, celebra o cantor e compositor Mateus Aleluia Filho.

Audiência Pública – Reconstrução da Praça dos Orixás

Além de um espaço de celebração do sagrado, a Praça dos Orixás também acolhe uma variedade de atividades e festividades, a partir das quais a comunidade local preserva e promove suas tradições populares. Representa ainda um ponto de encontro comunitário que demanda cuidados infraestruturais e proteção contra vandalismo e deterioração.

Infelizmente, o espaço sofre, frequentemente, discriminação religiosa e atos de vandalismo. De acordo com a organização da festa, a ocupação sistemática deste território é também uma estratégia crucial para protegê-la e conscientizar sobre sua importância política e social. Pensando nisso, a Festa das Águas promove, no dia 2/02, a partir das 15h30, uma audiência pública para tratar do tema com autoridades locais e população.

“No dia de Iemanjá, dona das cabeças, teremos uma audiência pública. É por demais importante que todos nós, de Ilês e de todos os segmentos, compareçamos. A praça é do Axé! É o único lugar na capital da república para que as nossas manifestações públicas ocorram. Por isso, convido e reafirmo a importância da participação, para que todas e todos sejam ouvidos e façam parte deste encontro. Precisamos lutar pelo nosso território, nosso espaço”, convida a Yarobá Ty Nana Zulmira Inês do Ilê Magbá Biolá.

Plantio para Iemanjá com banho de cheiro – Coletivo das Yás do DF e Entorno

O constante trabalho de manutenção da Praça dos Orixás pelo Povo do Axé será marcado, mais uma vez, com limpeza e pinturas. Depois do Baobá e do Pau-Brasil, será realizado mais um plantio sagrado em homenagem a Iemanjá. Além disso, o tradicional Banho de Cheiro será levado a cabo pelo Coletivo das Yás do DF e Entorno.

Confira programação completa:

  • Sexta – 2 de fevereiro

    • 15h – Cortejo do Coletivo das Yás e Babás do DF e Entorno

    • 15h30 – Audiência Pública – Reconstrução da Praça dos Orixás

    • 16h – Abertura da Feira de Artesanato Tradicional e da Feira de Gastronomia Afro

    • 17h – Toque Sagrado para Iemanjá e Oxum – Umbanda e Candomblé

    • 19h – Afro Rum Black (GO)

    • 20h – Capela Imperial (DF)

    • 22h30 – Encontro de Samba de Roda – Cecy Wenceslau (DF) convida Sambadeiras de Bimba (DF) e Folha Seca (DF)

    • 23h – Mateus Aleluia Filho (BA) e Teresa Lopes (DF)

    • Intervalos: DJ Pops (DF) + DJ Flávia Aguiar (DF)

  • Sábado – 3 de fevereiro

    • 16h – Abertura da Feira de Artesanato Tradicional e da Feira de Gastronomia Afro

    • 17h – Plantio para Iemanjá com banho de cheiro – Coletivo das Yás do DF e Entorno

    • 18h – Encontro de Baque Virado – Mestra Martinha do Coco (DF) convida Baque do Encontro (DF), Baque Dandalunda (DF) , Baque do Verde (DF) ̧ Baque Boiadeiro Boi Brilhante (DF).

    • 20h – Orquestra Alada Trovão da Mata (DF)

    • 22h – Encontro de Gerações do Samba – Cris Pereira (DF), Tia Surica (RJ), Karynna Spinelli (PE) e Breno Alves (RJ)

    • Intervalos: DJ Flávia Aguiar (DF) + DJ Pops (DF)

 

Serviço: Festa das Águas 2024 – Homenagem ao Feminino.

Data: 2 e 3 de fevereiro.

Local: Praça dos Orixás – St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 – Brasília, DF.

Entrada: gratuita.

Redes sociais: @rosadosventosinstituto, @pracadosorixasdf e @circuitocandangodeculturas. Assessoria de imprensa: La Pauta (61) 9 8168-7402/ assessoria@lapautacomunicacao.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui