Distrito Federal é destaque nacional em transplantes

0
10

Em 2013, foram realizados 183 transplantes (exceto córneas). Sendo, 28 coração, 02 pulmão, 48 fígado e 105 rim. Além da realização dos primeiros transplantes de pulmão e de medula óssea.

transplante4_750x100_773

O DF conquistou, em 2013, o primeiro lugar no Brasil em captação de órgãos – com 32,7 doadores por milhão de habitantes. Além disso, é recordista em transplante de coração e córnea, ficando em segundo no ranking de transplantes de pulmão, fígado e rim.

Para o secretário-adjunto de Saúde, Elias Miziara, o DF tem se destacado no cenário nacional graças à sensibilidade das pessoas e o investimento realizado na Saúde. “Há três anos nos empenhamos para conscientizá-las sobre a importância de ser um doador e, principalmente, possibilitar que a Central de Capitação de Órgãos tenha condições de realizar o seu trabalho. Tudo isso nos permitiu avançar na realização de transplante de rins, fígado e, recentemente, no de pulmão”, declara o gestor.

“Em março de 2011, recebemos a maior surpresa das nossas vidas: a minha filha Larissa, de apenas 01 ano e oito meses, havia sido presenteada com a doação de um coração. Sabíamos da dor da família doadora, mas ao mesmo tempo estávamos felizes pela segunda chance de sobrevivência da nossa princesa”, disse emocionado, Adriano Costa Barros, empresário e pai da paciente L.S.

Para ser doador de órgãos é muito simples, basta informar a família da sua vontade, não sendo necessário constar na documentação. Em vida, a pessoa pode procurar o Hemocentro de Brasília para realizar a doação de sangue e medula óssea.

No DF, o hospital da rede que concentra a realização dos transplantes é o Hospital de Base (HBDF). Outras unidades como o Hospital Universitário de Brasília (HUB), Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) e rede credenciada com o Sistema Único de Saúde (SUS) também prestam o serviço.

Em 2013, foram realizados 183 transplantes (exceto córneas). Sendo, 28 coração, 02 pulmão, 48 fígado e 105 rim. Além da realização dos primeiros transplantes de pulmão e de medula óssea.

A saúde pública do DF, também, ofertou à Central de Capitação Nacional, 01 coração, 01 pulmão, 12 fígados e 21 rins para serem transplantados em pacientes de outros estados da federação.

“Somente sabe da importância da doação de órgão, quem precisa dele. Acompanhei a espera por rim da minha sogra por quase um ano e meio. Quando recebemos a notícia de que haviam encontrado um doador compatível, toda a família e amigos ficaram em estado de graça. Hoje, ela está de férias com muita saúde e curtindo a vida. Somos muito gratos ao doador”, declara Stefany Lima de Oliveira, nora da paciente Santana Nunes, transplantada no ano passado.

Serviço:

– Para saber mais sobre Doação de Órgãos, acesse o link:

http://www.saude.df.gov.br/outros-links/doacao-de-orgaos.html

– Para doar sangue e medula óssea, entre em contato com a Fundação Hemocentro de Brasília localizada no Setor Médico Hospitalar Norte, Quadra 03, conjunto A, Bloco 03 – Asa Norte ou pelo telefone160 – Opção 2.

Fonte: Secretaria de Saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui