Embaixadora do Criança Feliz, Marcela Temer faz primeiro pronunciamento

0
16

O programa, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, atenderá as crianças beneficiárias do Bolsa Família, nos três primeiros anos de vida

A primeira-dama Marcela Temer fez nesta quarta-feira (5/10) o primeiro pronunciamento público ao lançar o programa Criança Feliz. Em fala de menos de cinco minutos, Marcela falou sobre a importância do desenvolvimento da criança nos primeiros anos de vida e a relevância do projeto. O presidente Michel Temer ressaltou a participação da primeira-dama e disse que ela incentivará a adesão de outras mulheres à iniciativa.

O programa, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, atenderá as crianças beneficiárias do Bolsa Família, nos três primeiros anos de vida. Marcela disse que atuará em trabalho voluntário, como embaixadora da iniciativa.

Saiba mais

  • Michel Temer lança programa que terá primeira-dama como embaixadora
    Michel Temer lança programa que terá primeira-dama como embaixadora
  • Temer propõe pacto com o STF para pautas federativas

“Quem ajuda os outros muda a história. Por isso, fico feliz por colaborar com causas sociais no nosso país. Cada brasileira, cada brasileiro, desde a gestação, importa para o desenvolvimento do Brasil. As nossas responsabilidades aumentam a cada dia. E os desafios também. Meu trabalho será voluntário, para mobilizar setores da sociedade em torno de ações para garantir melhoria na vida das pessoas”, disse Marcela.

O objetivo do programa é reforçar a primeira infância e terá como norte a Lei 13.247, conhecida como Marco Legal da Primeira Infância. “É nesse período que nossos filhos percebem que são amados e aprendem a amar. Esse sentimento os guiará por toda vida”, afirmou Marcela.

Leia mais notícias em Política

Por ora, a iniciativa tem orçamento previsto de R$ 300 mil.  A participação dos estados e municípios, além do Distrito Federal será feita por meio de adesão. Em 2016, nove estados vão aderir ao programa: Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. O programa será operacionalizado por comitês gestores. A participação dos estados e municípios não é obrigatória.

A iniciativa terá ações coordenadas em várias frentes, como nos Ministério da Assistência Social, Educação, Justiça, Cultura e Saúde. Haverá ainda visitas domiciliares, para dar às famílias informações e promover a interação entre as crianças.

Afago
Durante sua fala, o presidente Michel Temer destacou a participação da primeira dama Marcela Temer, como embaixadora do programa.  “A presença da Marcela como embaixadora visa exatamente a incentivar as senhoras mulheres do país, autoridades a participar do programa. Certa e seguramente a Marcela vai convidar primeiras-damas, as senhoras prefeitas para estarem em Brasília  para que não fique apenas um programa da União, mas que seja da Federação”, disse Temer.

O presidente ainda mencionou a senadora Marta Suplicy (PMDB), candidata derrotada à prefeitura de São Paulo como uma pessoa que tem muito a contribuir por ter programas na área.

Antes de Temer, o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário Osmar Terra falou e fez um elogio a Marcela, após mencionar e cumprimentar a mãe da primeira-dama, Norma Tedeschi. “Teve uma primeira-infância muito boa a Marcela. Com certeza”, afirmou. Em seguida, ele cumprimentou a própria mulher.

Bolsa Família
Temer ressaltou durante seu discurso que o objetivo do Criança Feliz é reforçar o Bolsa Família. “O Bolsa família não era revalorizado há dois anos, revalorizamos e fomos além”, disse. O presidente disse que a iniciativa, criada na gestão do PT, é “exitosa”.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui