Influência política empregou a mulher do ex-administrador de Taguatinga

0
16

Marfisa Adriane Gontijo Jales é assessora do PTB graças a Gim Argello. O marido dela foi indicado pelo distrital Washington Mesquita. E o colega de Águas Claras recebeu respaldo do padrinho político Olair Francisco

Helena Mader

 

Marfisa, mulher de Carlos Alberto Jales, chega para depor: ligação telefônica em casa com oferecimento de ajuda por parte de Mesquita (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Marfisa, mulher de Carlos Alberto Jales, chega para depor: ligação telefônica em casa com oferecimento de ajuda por parte de Mesquita

 

 

Uma das investigadas na Operação Átrio, a assessora parlamentar Marfisa Adriane Gontijo Jales chegou ao cargo comissionado no Senado graças a uma indicação do PTB do Distrito Federal. Ela é mulher do ex- administrador de Taguatinga Carlos Alberto Jales, exonerado ontem. Assim como o marido, Marfisa ganhou o emprego graças à influência política de petebistas. Ela trabalha na liderança do Bloco Parlamentar da União e Força, que reúne integrantes do PTB, do PR e do PSC no Senado e é presidido pelo senador Gim Argello. No mês passado, o contracheque da afilhada política do partido de Gim foi de R$ 16.337,30. Ela não foi exonerada depois da Operação Átrio.

Leia mais notícias em Cidades

Carlos Alberto Jales chegou ao cargo por influência do deputado distrital Washington Mesquita (PTB). Ambos são frequentadores da Paróquia São Pedro, em Taguatinga, liderada pelo padre Moacir Anastácio, que tem forte atuação política. A relação entre os dois é de proximidade.

Ontem de manhã, quando os investigadores estavam na residência de Carlos Jales — um luxuoso imóvel em Águas Claras, em um empreendimento com apenas um apartamento por andar —, o telefone de Marfisa tocou. Os responsáveis pela investigação determinaram que a mulher de Carlos Jales atendesse o telefone no viva-voz. A interlocutora era uma assessora do deputado Washington Mesquita. Ela disse a Marfisa que estava ligando a pedido do parlamentar, para saber como ajudar a família.

A matéria completa está disponível aqui para assinantes. Para assinar, clique aqui. 

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui