Agnelo tranquiliza participantes de concurso para a área de saúde

0
13

Governador garantiu que contratação de temporários, determinada pela Justiça, não oferece qualquer risco ao certame realizado em 7 de setembro e que todos os aprovados serão chamados

Candidatos que participaram, no dia 7 de setembro, de concurso público para a área de saúde fizeram, na manhã desta segunda-feira (22), manifestação em frente ao Palácio do Buriti. Ciente da preocupação dos manifestantes, o governador Agnelo Queiroz esclareceu que a contratação temporária de pessoal determinada pela Justiça não provocará qualquer prejuízo. Agnelo tranquilizou os participantes do concurso e garantiu que “os aprovados serão todos chamados”.

Segue abaixo a íntegra da mensagem de Agnelo Queiroz aos participantes do concurso.

Quero esclarecer a todos vocês que participaram deste ato – atendendo a um chamado divulgado com fins eleitoreiros e repleto de mentiras nas redes sociais – a verdade sobre a recente contratação temporária de médicos para o DF. Essa contratação obedeceu a uma determinação judicial e em nada tem a ver com o concurso que fizemos no último dia 7 de setembro. O concurso e os candidatos que participaram do certame não estão prejudicados de forma alguma.

Estou dizendo a todos vocês, com toda a segurança: vocês não se esforçaram em vão! O concurso continua válido e os aprovados serão todos chamados! Temos enorme respeito pela categoria e, por isso, estamos aqui para dizer a verdade. Vamos aos fatos.

Primeiro, é verdade que a Secretaria de Saúde do Distrito Federal realizou um processo seletivo simplificado, para contratação de temporários. Mas muita atenção no que eu vou dizer: nós fizemos isso em cumprimento a uma determinação judicial.

Há uma grande lista de espera por cirurgias oncológicas, de cabeça e pescoço no nosso Distrito Federal e, por isso, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) determinou a contratação de pessoal para atender a esta demanda.

O concurso para contratação efetiva de profissionais de várias áreas – que vocês participaram – ainda está em andamento, portanto, não haveria outra forma de cumprir a determinação judicial sem essa contratação imediata, porém temporária.

Sou governador e não posso – e nem quero e nem vou – desobedecer a uma determinação da Justiça.

Mas isso não significa, de forma alguma, que o concurso de contratação efetiva perdeu a validade! Todos podem ter certeza de que não perderam tempo no dia 07 de setembro.

Agora, prestem muita atenção! Essa é a ótima notícia que eu comunico pessoalmente a vocês, meus colegas de profissão e missão!

Quando o concurso efetivo for homologado e os aprovados forem nomeados, todos os profissionais temporários serão substituídos por aqueles aprovados no concurso.

Ou seja, os temporários serão substituídos pelos aprovados do concurso do dia 07. Isso é um fato. Está determinado. E faremos isso dentro da lei, de forma tranqüila e certa!

Os nossos adversários – que nesta empreitada mentirosa se mostram adversários da classe médica, da verdade e do nosso povo – espalharam factóides por aí, encheram as redes sociais com mentiras para causar confusão e atritos desnecessários.

E eles fazem isso porque a verdade é que eles nunca valorizaram os profissionais da saúde e pouco ou nada fizeram pelos médicos! E eu tenho os números e os fatos para comprovar exatamente o que eu estou dizendo.

O governo anterior contratou 5.504 profissionais da área de saúde. Nós contratamos mais de 15 mil profissionais. E todos por concurso. Porque o nosso governo valoriza o bom profissional e aqui não tem essa de entrar sem concurso público.

A gente contratou 4.200 médicos em apenas três anos de governo. E o concurso que vocês participaram, do último dia 07, é para contratação de 6.334 profissionais da saúde. Serão mais de 1600 vagas para médicos, 230 para cirurgiões dentistas, 561 enfermeiros, 2879 para técnicos de saúde e 400 vagas para auxiliares operacionais!

O nosso plano, para os próximos 4 anos, é a contratação de mais 3 mil médicos. Pois queremos que cada UPA tenha 60 médicos.

E sabem o porquê de tanta expectativa em torno do nosso concurso? Porque o nosso governo valoriza a classe médica e oferece uma boa remuneração!

É por isso que o concurso do dia 07 contou com a presença de médicos que vieram de todo o Brasil.

Nós oferecemos as melhores condições de trabalho, planos de cargos e salários, estabilidade na carreira e remuneração à altura do trabalho e dos méritos de cada profissional.

Eu sou médico e nesse momento falo como um colega: eu sei o quanto é difícil a rotina hospitalar. Sei do desgaste físico, psicológico, e mesmo das restrições na vida social que a nossa missão nos impõe. Sei de tudo isso porque também sou médico.

E quero dizer aqui, agora como governador, que o nosso governo valorizará cada um dos nossos médicos com o melhor que temos a oferecer. Cada esforço será recompensado, porque é assim que governamos: valorizando quem trabalha!

Portanto, vamos recapitular para que não fiquem dúvidas: o concurso público do dia 07 continua válido. E quando o concurso for homologado e os aprovados forem nomeados, todos os profissionais temporários serão substituídos por aqueles aprovados no concurso.

Fiquem tranquilos porque essa é a nossa forma de governar: com muita transparência e respeito!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui