Ainda não foi dessa vez

0
7

Ainda não foi desta vez que a deputada brasiliense Érika Kokay levou a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Por indicação da liderança, outro petista, o paranaense Assis do Couto foi ontem escolhido para o cargo. Pesou na escolha o risco de uma derrota para o deputado Jair Bolsonaro. O placar apertado — foram dez votos a oito — mostrou que havia risco de derrota, caso o indicado pelo PT tivesse mais arestas com os demais integrantes da comissão.

 

 

 

Fonte: Eduardo Brito/Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui