Eduardo Paes reafirma que mensalão existiu

7
13

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, participou na tarde desta segunda-feira da gravação do programa Roda Viva, da TV Cultura, que vai ao ar nesta noite.

Hoje aliado ao PT e à presidente Dilma Rousseff, Paes, que foi relator-adjunto da CPI dos Correios em 2005, reafirmou a existência do mensalão no governo Lula.

“Aquilo que a CPI investigou e que está colocado no relatório eu afirmo e reafirmo”, afirmou, diante de questionamentos pelo fato de ter passado para a base lulista depois de ter ajudado a apontar o uso de recursos públicos do Banco do Brasil, por meio do fundo Visanet, para pagar o mensalão.

“O nome não importa. Podia ser mensalão, semanalão, quinzenadão”, afirmou.

Ele rejeitou, no entanto, o que chamou de “adjetivação” que fazia em relação a Lula quando era deputado pelo PSDB. Confrontado com declarações suas segundo as quais seria impossível Lula não ter conhecimento do esquema, disse que, com certeza, não há como o presidente saber tudo que acontece em seu governo.

Paes falou ainda sobre Olimpíadas, sobre a reeleição em 2012 e sobre as consequências da tragédia que matou 12 crianças em uma escola municipal em Realengo, no Rio. Ele rejeitou a adoção de medidas que “fechem” as escolas e disse que “não há hipótese” de colocar detector de metais na porta dos colégios.

O Roda Viva, apresentado por Marília Gabriela, vai ao ar pela TV Cultura, em São Paulo, e pelas emissoras que integram a TV Brasil, em todo o país, nesta segunda, às 22h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui