ESTUDANTE DENUNCIA: UNB REFORMA DOIS PRÉDIOS DA CEU, MAS PODERIA CONSTRUIR QUASE 2 NOVOS COM O MESMO DINHEIRO

0
24

 

A Universidade de Brasília resolveu reformar os dois prédios que servem como Casa do Estudante (também chamada CEU), do Campus Darcy Ribeiro. Esses prédios são do início dos anos 70, ou seja, já são praticamente quatro décadas de uso para cada um deles.

O valor estimado para a reforma, segundo a própria agência de notícias da UnB (14/12/2010) é de 2,2 milhões de reais (http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=4390). O custo de transferência dos estudantes da CEU é equivalente a R$ 510,00 reais (auxílio moradia mensal) vezes 368 (número teórico de moradores) vezes 12 (8 meses previstos para a reforma e 4 meses para a licitação), o que equivale a, aproximadamente, uns 2 milhões e duzentos mil reais (dados da mesma notícia). Somando, então, o valor da reforma com o valor da transferência chega-se ao valor, nada desprezível, de 4,4 milhões de reais.

A própria UnB Agência informou em 08/05/2009 que o Reuni liberou 12 milhões e 600 mil reais para a construção de 5 novos prédios para servirem como Casa do Estudante, ou seja, algo em torno de 2 milhões e 500 mil reais para cada um deles, como custo estimado (http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=1665). Um prédio novo sai por 2 milhões e meio de reais, já um prédio de 4 décadas sai por um pouco menos, 2,2 milhões de reais, em valores aproximados.

Por que a UnB escolheu fazer a reforma de prédios tão antigos, que inclusive tiveram todas as marquises retiradas porque uma delas despencou?

Por que os novos prédios da Casa do Estudante não estão sendo construídos, se desde de meados de 2009, há pelo menos um ano e meio atrás, já havia verba disponível para a construção, segundo a própria UnB?

Obs.: Algumas das informações apresentadas aqui são reafirmadas no “Contrato entre a Fundação Universidade de Brasília (FUB) e os estudantes que participam do Programa de Moradia Estudantil”, de fevereiro de 2011: “Serão disponibilizadas aos estudantes 368 vagas no programa de Moradia Estudantil.” (subcláusula segunda da cláusula primeira); “(…) durante o processo de reforma da CEU, previsto para 12 meses (…)” (cláusula primeira); “O estudante receberá, enquanto durar o processo de reforma da CEU, o valor de R$ 510,00 (quinhentos e dez reais) mensais (…)” (cláusula segunda). [grifos meus]

Paula Teixeira, estudante de Letras da UnB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui