EXCLUSIVO!!! O jogo virou e Eduardo Machado não comanda mais o PHS

1
39

Sentença anula reunião fraudulenta do presidente nacional do PHS,  Eduardo Machado

Juiz determina em SENTENÇA que a reunião fantasma realizada por Eduardo Machado em Goiânia, não teve validade. Na mesma sentença, o juiz Mario Henrique Silveira de Almeida, da 22a Vara Cível de Brasília, determina o imediato retorno de Luiz França, Cláudio Maciel e Belarmino Souza ao CGN e o retorno de todos os demais dirigentes nacionais e estaduais aos cargos que ocupavam no dia anterior à 06/06/2017.

Isolado politicamente, investigado pela Polícia Federal, Ministério Público e repleto de denúncias na imprensa, Eduardo Machado vê cair a liminar que o sustentava vergonhosamente no comando do PHS.

A  maioria do PHS, em todas as instâncias internas, quer a investigação profunda de todos os recursos públicos do Fundo Partidário gastos por Eduardo Machado no período em que comandou o partido.

A eleição de Laércio Benko para presidir nacionalmente o PHS será validada pela maioria absoluta do partido.

Eduardo Machado não entendeu que partido se faz com grupo, e nos últimos tempos ele perdeu a legitimidade e confiança para continuar à frente do PHS, mas quis resistir até o fim mas não deu. Acabou para o deslumbrado cidadão.

Denúncias contra Machado estão sendo apuradas e a qualquer momento pode ser até expedido mandado de prisão contra ele, que fez o que bem quis com o dinheiro do Fundo Partidário, achando que não daria em nada… Acabou a farra, Machado!

E no DF, sai Gilvando Galdino e volta Cristian Viana para o comando do PHS/DF.

Confira a SENTENÇA que acaba com a farra de Eduardo Machado no PHS:

Sentença

 

 

 

Fonte: Donny Silva

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns pela nossa equipe ter conseguido está árdua vitória, começo acreditar que estamos no caminho certo nunca podemos desistir tirar este corrupto do nosso partido foi um vitória.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui