FICHA LIMPA: MAIS CINCO MIL INELEGÍVEIS

0
10
Deu em O Globo

Mais cinco mil inelegíveis

TCU envia à Justiça Eleitoral lista de gestores públicos com contas rejeitadas

Catarina Alencastro

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou ontem uma lista com os nomes de 4.922 gestores públicos que estão impedidos de disputar as eleições de outubro.

Eles ficaram inelegíveis porque tiveram suas contas dos últimos anos rejeitadas por mau uso do dinheiro da União em convênios de estados e municípios com entidades federais.

A grande maioria dos integrantes da lista é de funcionários de carreira ou ocupantes de cargos de confiança; e grande parte não pretende disputar a eleição. Mas quem tiver essa pretensão será barrado na Justiça Eleitoral.

A lista do TCU, entregue ontem pelo presidente do tribunal, Ubiratan Aguiar, ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, tem 7.854 condenações — alguns gestores foram punidos mais de uma vez.

O número de condenações e de gestores aumentou em relação à última lista do TCU, divulgada nas eleições municipais de 2008, que continha 4.840 condenações de 3.178 pessoas.

Para os presidentes dos dois tribunais, essa lista é um instrumento a mais para barrar os registro de candidaturas de pessoas com ficha suja.

A lista será entregue também a todos os Tribunais Regionais Eleitorais, ao procurador-geral Eleitoral, Roberto Gurgel, e aos Tribunais de Contas de estados e municípios. Quem já homologou sua candidatura na Justiça Eleitoral e estiver nessa lista terá seu registro cassado.

Para o presidente do TSE, a Lei da Ficha Limpa, recém-aprovada no Congresso Nacional, fechou o cerco contra os que praticam irregularidades com dinheiro público. A rejeição de prestação de contas é um dos critérios para impedir o registro da candidatura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui