Mulher acusa subsecretário do GDF de agressão e estupro

0
272

O policial militar de Cuiabá (MT) é acusado pela ex-companheira de ter cometido a violência por não aceitar o término do relacionamento

HUGO BARRETO/METRÓPOLES
Um policial militar de Cuiabá (MT) de 33 anos, lotado na Casa Civilcomo subsecretário, é investigado por estupro. No sábado (09/11/2019), a suposta vítima, uma servidora de 30 anos, procurou a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) para dar detalhes do relacionamento de dois anos que manteve com o suspeito. A Justiça concedeu medida protetiva para ela.

O término da relação se deu na quarta-feira (06/11/2019). Essa é a primeira vez que ela o denuncia. A mulher relatou que o integrante do segundo escalão do Governo do Distrito Federal sempre teve perfil agressivo, mas piorou após o rompimento, pois ele não aceitava a separação.

Na ocorrência, a mulher narra que, no dia do término, teria sido estuprada e agredida. Conta que o homem foi ao apartamento dela chamando-a para ir a um bar. Mesmo sem querer ir, segundo ela, acabou obrigada. O casal teria voltado ao apartamento da vítima por volta de meia-noite. Ela detalha que, ao chegar em casa, o companheiro ficou muito agressivo e praticou a violência sexual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui