NEGÓCIOS – Pacific Bank Brasil quer recuperar a AVIANCA

2
1110

O PACIFIC BANK BRAZIL S.A. ingressou junto ao Juiz de Direito da 1a Vara de Falência e Recuperações Judiciais do Foro João Mendes/SP, para demonstrar nos autos da Recuperação Judicial da empresa OCEANAIR LINHAS AÉREAS S/A (AVIANCA), o interesse de negociar a aquisição da empresa no bookbuilding, ou seja: proceder através de processo sistemático de geração, captura e registro de demanda dos investidores por ações.

O bookbinding é o processo que tem como objetivo definir o preço justo para uma oferta pública de valores mobiliários, através de análises da demanda pelo ativo, realizada por um coordenador junto com investidores institucionais. O próprio termo bookbuilding representa bem a operação, ou seja: montar o book de ofertas da futura transação.

Assim, em respeito à preservação da empresa, sua função social, e ao devido processo legal, considerando o pedido de auto falência, e a perspectiva de novos investimentos, o que poderá causar o soerguimento da empresa e até mesmo atender um mercando que está sofrendo a maior crise de sua história, o Pacific Bank Brasil requer a concessão de prazo de 60 dias para apresentação concreta da possibilidade de aquisição da sociedade; Designação de audiência especial, com a maior brevidade, possível com a intimação da Requerente Oceanair Lins Aéreas S/A ( Avianca), Administrador Judicial , representante da Anac e o peticionante para apresentação do plano de ação/proposta de aquisição.

É uma luz no fim do túnel para a Avianca não acabar igual a Varig.

 

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui