Policiais civis decretam greve a partir das 8h de quinta-feira

7
7

Os policiais civis do Distrito Federal decidiram, em assembleia na tarde desta terça-feira (29/3), entrar em greve. A paralisação está prevista para começar a partir das 8h de quinta-feira (31/3) por tempo indeterminado. Segundo o diretor de comunicação do Sindicato dos Policiais (Sinpol), Luciano Marinho, a categoria volta a cruzar os braços por não ter recebido nenhuma proposta do governo em relação as reivindicações já pedidas na última paralisação (os policiais fizeram uma greve de 72h em 23 de fevereiro).

A categoria quer a reestruturação da carreira e um aumento salarial de 28%. “Estamos nessa queda de braço há dois anos. Hoje era o prazo dado para que o governo apresentasse uma proposta e ele não apresentou qualquer proposta plausível. A categoria está sendo empurrada a isso (a greve)”, comentou Luciano Marinho.

Durante a paralisação, os policiais vão atender apenas ocorrências graves e emergenciais, como homicídios, latrocínios e tentativas, roubos, violências graves e Lei Maria da Penha com medidas protetivas. O efetivo também fica reduzido com 30% dos policiais nas delegacias do Distrito Federal.

Esta é a segunda greve da categoria no ano. Em 23 de fevereiro, os policiais cruzaram os braços por 72 horas pelas mesmas reivindicações. A categoria tentou uma negociação com o governo federal, mas não conseguiu. Eles chegaram a ameaçar a cruzar os braços durante o período do carnaval, mas a paralisação foi descartada durante assembleia no dia 3 de março. Com informações do Correio Braziliense


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui