PRESIDENTE DA CODEPLAN REBATE CARTA

8
8

Publico carta do presidente da Codeplan, Miguel Lucena, em que contesta com dados, carta recebida e publicada aqui no Blog, de um funcionário da companhia. Confira a resposta do Dr Miguel e veja o que está sendo feito na nova gestão.

Prezado Donny Silva,

Somente dois funcionários de carreira foram exonerados dos cargos em comissão. Os demais eram apadrinhados políticos e alguns nem frequentavam o local de trabalho, ganhando entre R$ 5 mil e R$ 7,5 mil.
É verdade que houve grande movimentação de policiais civis nos corredores da Codeplan, mas para parabenizar o colega que acabara de assumir a Presidência da empresa.
Ao contrário do que alardeia o autor da carta, os empregados de carreira têm sido valorizados, ocupando os lugares dos fantasmas, aspones e apadrinhados de gestões anteriores.
Além disso, a nova administração tem estimulado o retorno dos funcionários de carreira – economistas, estatísticos, contadores e pesquisadores – que haviam deixado a empresa por perseguição ou decepção com os rumos tomados nos últimos anos. Para isso, reservou pelo menos 40% dos empregos em comissão para a categoria, quando antes eles não ocupavam nem 20%.
O mais importante, porém, não é a ocupação de cargos. A nova gestão vai passar um pente-fino em todos os contratos, cancelar procedimentos viciados, anular projetos lesivos ao interesse coletivo e pôr a Codeplan em um novo caminho, voltada para a pesquisa, o planejamento e a produção de informações necessárias à melhor tomada de decisão pelo Governo do Distrito Federal.
 
Atenciosamente,
 
MIGUEL LUCENA
Presidente da Codeplan.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui