UÉ… EM CAMPANHA POLÍTICA, ELES DIZIAM SABER O QUE FAZER NA EDUCAÇÃO…

6
9

A Educação tem sido primeiro calcanhar de Aquiles de Agnelo Queiroz

 Nos primeiros 22 dias de governo, a gestão petista amargou quatro tropeços na área. Após nomear uma pessoa morta para a direção de uma escola pública; viver a polêmica da exoneração de diretores e vice-diretores e; falhar na tentativa de reaproximação com o senador Cristovam Buarque (PDT); Agnelo teve de aturar mais uma saia justa: convocar e depois desconvocar professores aprovados em concurso.
Quinta-feira, a Secretaria de Educação postou em seu site lista chamando 1.545 professores, conforme publicou a edição de ontem do Jornal de Brasília. Logo depois a relação foi retirada da página eletrônica.
Para piorar, ontem o GDF negou a convocação. A lista postada seria apenas de pessoas que poderão ser chamadas nos próximos meses.
“Disseram para gente que a Secretaria de Educação fez a convocação sem conferir com o pessoal do orçamento. Isso demonstra que o governo não está dialogando direito entre si. Não está havendo uma coordenação”, criticou o diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), Washington Dourado.
Após reunião frustrada com representantes da Secretaria, o Sindicato decidiu fazer manifestação em frente ao Palácio do Buriti, segunda-feira.
 
FONTE :JORNAL DE BRASILIA DO DIA 22-01-2011

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui