AGENTE DUPLO COMPROMETE ESCRITÓRIOS NO DF

12
8
 
Um espião, que atende pela alcunha de Marlon, atuou como agente duplo na última campanha. Trabalhou para dois escritórios – de um delegado aposentado, na QL 12 do Lago Sul, e de um delegado da ativa, no SIA, que hoje é subsecretário de uma pasta importante do GDF e foi dirigente de um órgão de trânsito no Governo Rosso, por indicação do deputado Alírio Neto. Filmou os patrões dos patrões em reuniões sociais e apresentou as fitas como furo a um ex-governador cassado, sendo a prestação de serviço creditada ao subsecretário, que é remunerado pelo esquema do cassado.
Andou ferindo o direito de ir e vir dos cidadãos, pois as gravações não passam de registros em restaurantes, cafés e outras áreas públicas, lugares frequentados por quem não tem o que esconder. Aliás, não se pode confiar mais nos escritórios de Inteligência estabelecidos em Brasília, conhecidos como “giletes”,  porque eles sempre cortam de dois lados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui