Após depoimento na CPI, Coronel Helcio fecha Instituto

0
48

Em agosto, o  presidente do Instituto Força Brasil (IFB), coronel Helcio Bruno de Almeida, negou na CPI da Pandemia a cobrança de propina, mas admitiu ter levado os vendedores de vacina Luiz Dominguetti e Cristiano Carvalho ao Ministério da Saúde. Helcio também evitou responder a maioria das perguntas que lhe foram feitas pelos membros da CPI.

De lá pra cá, Helcio deu uma sumida, fechou o site do IFB e segundo informações, estaria encerrando as atividades do Instituto, que têm como vice-presidente, o empresário e vice-presidente do PTB-SP, Otávio Fakhoury.

Aliás, Fakhoury anunciou no Twitter que irá lançar a Fundação Faka e nesta quarta-feira (13), será entrevistado na Jovem Pan, ao vivo, a partir do meio dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui