BANCADA EVANGÉLICA – 63 PARLAMENTARES

2
8

Em 2011, um Congresso de fé com 63 parlamentares evangélicos Bancada evangélica cresceu nas eleições e terá 63 parlamentares. Os ruralistas perderam espaço na Câmara, mas ganharam no Senado

 

Josie Jeronimo/Correio Braziliense

A vitória de Romário alivia as perdas da bancada da bola na Câmara - (Carlos Moura/CB/D.A Press - 5/5/10)  
A vitória de Romário alivia as perdas da bancada da bola na Câmara

Mais evangélicos, menos ambientalistas, e ruralistas e interlocutores do mundo do futebol com poder. Esse é o novo perfil das bancadas suprapartidárias na Câmara. A renovação das cadeiras na Casa aumentou o número de líderes evangélicos eleitos. Levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar(Diap) mostra que a bancada evangélica crescerá dos atuais 43 parlamentares para 63. Desses, 34 são deputados “novos”, a maioria é do PSC. Da bancada religiosa, 11 são do partido cristão; 10, do PR; e nove, do PRB. Além do critério numérico, a frente contará com o reforço de Anthony Garotinho (PR-RJ) e Benedita da Silva (PT-RJ).

O deputado Silas Câmara (PSC-AM) afirma que o crescimento da bancada evangélica é reflexo do aumento do número de religiosos no país, mas pondera que a polêmica em torno do Programa Nacional de Direitos Humanos — proposta que debateu a legalização do aborto e da união civil entre pessoas do mesmo sexo — pode ter influenciado o voto de muitos eleitores. “Como foi feito sem ouvir os seguimentos da sociedade, acendeu um sinal vermelho de que o governo queria implementar regras que a Câmara rejeitava”, resume Silas. O parlamentar rejeita o rótulo de bancada evangélica e alega que os católicos militam pelas mesmas bandeiras que os evangélicos. “Em temas de foro íntimo que afetam diretamente a fé, os evangélicos votam com os católicos. Os católicos são tão aguerridos nessa questão do aborto e do casamento de pessoas do mesmo sexo quanto os evangélicos.” Na próxima legislatura, dois “padres” engrossarão as fileiras da bancada religiosa: Padre Zé (PP-CE) e Padre Ton (PT-RO).

Meia vitória
A bancada ruralista saiu das urnas com meia vitória. Segundo o presidente da frente, deputado Moreira Mendes (PPS-RO), o grupo que atualmente tem 235 integrantes sofreu baixas e contará, até agora, com 186 parlamentares. Mas pelo menos 36 deputados eleitos para a próxima legislatura atuam no agronegócio. O reforço da bancada no Senado, porém, é comemorado pelo presidente do grupo. A eleição de Blairo Maggi (PR- MT) e de Ivo Cassol (PP-RO) para a Casa empolgou o grupo. “A bancada continua forte. Desse núcleo mais pesado, mais duro, nós perdemos apenas três grandes companheiros. O ex-governador de Rondônia Ivo Cassol foi eleito. Ele e Blairo são dois nomes muito fortes.”, afirma Mendes, explicando que, dos 235 parlamentares que compõem a frente ruralista, 90 são mais atuantes.

No perde e ganha eleitoral, a bancada da bola não terá o placar alterado na próxima legislatura. Apesar de contar com o recém-eleito deputado Romário (PSB-RJ), a frente de ligação do parlamento com o mercado desportivo brasileiro perdeu representação numérica na Câmara. Se por um lado entram Romário e o ex-goleiro do Grêmio Danrlei (PTB-RS), pelo menos cinco integrantes da bancada não foram reeleitos. O Senado, porém, recebeu reforço de parlamentares que mantêm contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Mas o Congresso que analisará os preparativos para a Copa do Mundo de 2014, faltará a voz de oposição do deputado Sílvio Torres (PSDB-SP). Desafeto do presidente da CBF Ricardo Teixeira, o parlamentar não conseguiu se reeleger.

O desempenho das mulheres nas urnas, neste ano, ficou aquém do esperado. A bancada encolheu das atuais 45 deputadas para 44. E a coordenação do grupo já é cobiçada entre os partidos. O vice-presidente do PSC, Pastor Everaldo Dias Pereira, afirma que a sigla pretende ampliar a atuação temática na Casa e que a bancada feminina será um investimento. “Elegemos duas mulheres, nossa bancada melhorou, não ficou só o clube do bolinha.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui