Carretas da Mulher realizam mais de 83 mil exames e um ano e meio

0
18

 Carreta_da_Mulher___2

Unidades móveis estão em Brazlândia, Santa Maria e no Núcleo Rural Rio Preto

Em um ano e meio de funcionamento as unidades móveis de saúde da mulher da Secretaria de Saúde realizaram 83.568 exames. Na Carreta da Mulher é possível fazer procedimentos preventivos e diagnósticos das doenças graves que mais atingem a população feminina do Distrito Federal, como o câncer de mama e de colo de útero.

Até o dia 6 de setembro foram feitas 28.299 mamografias, 29.245 ecografias e 26.024 preventivos do câncer de colo de útero nas carretas especialmente equipadas para esse fim.

Três carretas da mulher atendem a população do Distrito Federal. No momento, as unidades móveis estão no Núcleo Rural Rio Preto (Planaltina), em Brazlândia (ao lado da Administração Regional) e em Santa Maria, no estacionamento do Centro de Saúde 2 (quadras 217/317).

“A carreta facilita o acesso a exames essenciais para a saúde das mulheres e ajuda na prevenção com diagnósticos rápidos de câncer de colo do útero e de mama próximo à casa das pacientes” explica a coordenadora da Carreta da Mulher, Fátima Rola.

A carreta disponibiliza 150 procedimentos, por dia, 50 de cada exame. O atendimento ocorre mediante a distribuição de senhas diárias, sempre às 7h, sendo 50 senhas por exame, que são feitos no mesmo dia, 25 pela manhã e 25 à tarde.

Para as mamografias e ecografias é preciso apresentar pedido médico, exceto para as mamografias em mulheres acima de 40 anos. No caso do preventivo, não é exigida requisição médica e o exame é indicado para quem já iniciou a vida sexual. É preciso apresentar documento de identidade e cartão do SUS.

Os exames podem ser feitos de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. As visitas das carretas são feitas por meio de cronograma e agendamento. Informações sobre as unidades e cronograma de permanência nas cidades estão disponíveis no endereço www.carretadamulherdf.com.br.

Celi Gomes

 

 

Fonte: Secretaria de Saúde do Distrito Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui