Chico Vigilante divulga Nota de Repúdio

0
4

 

 

Repudio de forma veemente o posicionamento da Direita brasileira, representada pelo PSDB, PPS e DEM, que não tem autoridade nenhuma para criticar ninguém e mesmo assim chama a atenção do governo brasileiro por conta da participação do embaixador da Venezuela, Maximilien Sánchez Averláiz, em um ato organizado pelo Partido dos Trabalhadores, um partido registrado legalmente, com 33 anos de existência nessa quarta-feira, na Câmara Legislativa do DF. O ato foi organizado pelo PT e não por Zé Dirceu.

É natural que a militância que lotou o auditório da Câmara Legislativa do DF, cerca de 700 pessoas, e não vieram mais por falta de espaço -, conclamasse calorosamente um dos principais nomes do partido. Esse respeito e amor dos militantes ao companheiro Zé Dirceu, a união da militância petsita, é o que leva a Direita ao desespero de querer taxar o embaixador de fazer interferência em assuntos internos do País.

O embaixador Maximilien Sánchez Averláiz, de fato esteve no evento, mas como cidadão em território livre e democrático, como amigo dos integrantes do Partido dos Trabalhadores, amigo de Zé Dirceu. O embaixador não fez pronunciamento. Ficou sentado como as demais pessoas e, em silêncio, assistiu o ato da primeira fila. Reafirmo: como cidadão livre.

Desta feita, me solidarizo com o embaixador da Venezuela no Brasil pelo ataque grosseiro do qual está sendo vítima neste momento por parte desta Direita carcomida e sem projetos que insiste em aparecer para a população à custa do desgaste do PT.

Nós do PT fazemos nossas atividades às claras. Não temos nada a esconder, ao contrário da Direita que foi buscar o apoio da Embaixada Americana para tramar o golpe de 64.

Portanto, quero deixar muito claro, que tudo o que eles fizerem no intuito de atingir o PT, tudo o que tramarem contra o PT, terá resposta imediata e a altura.

 

Chico Vigilante (PT)

Líder do Bloco PT/PRB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui