Copa das Confederações MP suspeita que governo de Brasília fraudou doação de ingressos VIP para jogo do Brasil

0
23

A secretaria de comunicação do governo do Distrito Federal afirmou, apesar das evidências em contrário, que “todas as pessoas da lista receberam os ingressos”.

 

Governo do Distrito Federal gastou R$ 2,8 milhões em mil ingressos para jogo de abertura da Copa das Confederações, em junho. Muitos dos supostos beneficiados, porém, não receberam os tíquetes. Entre eles, Giles Azevedo, chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff.

 

O Ministério Público do Distrito Federal investiga se houve fraude na distribuição de ingressos do governo de Brasília para o jogo Brasil x Japão na abertura da Copa das Confederações no estádio Mané Garrincha, realizado no dia 15 de junho. A relação de beneficiados com mil ingressos – R$ 2.800 por convidado VIP –, repassada pelo governo ao MP, conta com nomes de pessoas que afirmam não ter recebido os tíquetes. “Essa lista é uma ficção”, afirma Maria Lúcia Morais, uma das promotoras que acompanham o caso. “A possibilidade de ter havido desvios de ingressos é uma das nossas preocupações”, afirma o promotor Roberto Carlos Silva. Os ingressos foram comprados por uma estatal de Brasília por R$ 2,8 milhões junto a uma empresa credenciada pela Fifa. Os ingressos mais caros vendidos ao público no dia do jogo saíram por R$ 500. Leia mais

Fonte: Revista Época-Murilo Ramos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui