ENTREVISTA COM O SUBSECRETÁRIO DE GRANDES EVENTOS DO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

0
25

Creso Suerdieck entrevista Ruan Lira, subsecretário de Estado de Grandes Eventos do RJ que fala como será o futuro do setor

1. Como o governo está se organizando para o carnaval 2021? Existe a possiblidade de ser adiado? E se não for já tem um plano de ação caso, até lá, ainda persista essa pandemia?Ruan Lira, Subsecretário de Estado
R: Somos muito otimistas em relação à descoberta de uma vacina para que o Carnaval aconteça em 2021. Lógico que temos consciência de que um novo formato para a realização da festa deverá ser discutido e por isso, estamos em constante diálogo com a Liesa e as demais ligas que organizam o espetáculo, não só na Sapucaí, mas também com o Carnaval de rua. Estamos confiantes de que será possível realizar a festa, sempre pensando nas orientações da OMS, principalmente porque o Carnaval será, um dos eventos mais importantes para a retomada da economia neste processo pós pandemia.
2. Qual impacto financeiro para o governo diante do cancelamento de eventos?
R: O impacto financeiro é imenso, já que o Rio de Janeiro é um estado com sua vocação voltada para o turismo e os eventos. O Carnaval e o Revéillon são os carros-chefe para que a arrecadação fluminense só perca para o setor de óleo e gás. Neste momento estamos pensando em salvar vidas e apostando que, tão logo este momento de afastamento social termine, os eventos movimentarão todo o Estado, fazendo com que seja possível garantir emprego e renda através deste setor.
3. Já tem algum canal de conversação do governo junto aos empresários do entretenimento para criação de regras para daqui em diante?
R: Sim, estamos em constante diálogo com todos os segmentos desta cadeia para buscar , em conjunto, soluções que os ajudem na organização dos eventos. Já conseguimos uma grande vitória ao diminuir, por exemplo, a burocracia em relação à liberação dos eventos pelo Corpo de Bombeiros, o que garantiu o pontapé inicial desta retomada através da realização dos eventos nos drive in, que vem dando muito certo e cuja tendência é aumentar sua realização abrangendo cidades de todo o estado. Também já nos reunimos com os profissionais de festas e buffets, a fim de montar um protocolo de atendimento garantindo toda a segurança tanto para o fornecedor, quanto para o prestador de serviço e o público final.
4. O governo estuda algum incentivo para esses empresários?
R: Estamos trabalhando incansavelmente buscando atender, da melhor forma possível, este segmento
5. Qual a palavra que o Ruan deixa para o futuro dos eventos no Estado?
R: Não tenho dúvidas de que o setor de Eventos será o grande responsável pela retomada da economia no Estado, gerando empregos e oportunidades, ao mesmo tempo em que inova, com muita criatividade, para que a gente possa manter a segurança do público. Estamos trabalhando incansavelmente para que possamos atender as necessidades do setor, possibilitando que todos possamos nos ajudar gerando bons resultados para a economia, o turismo, a hotelaria e o comércio fluminense.
Fonte: cresosuerdieckdourado.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui