‘Resgatamos os anseios democráticos dos brasileiros’, diz a presidente nacional do Podemos

0
10

 

Há três anos surgia um partido comprometido em devolver ao cidadão o protagonismo nas grandes decisões do país. Um partido onde as reais necessidades do povo voltassem a ser atendidas. Em 1º de julho de 2017 nascia o Podemos. “Resgatamos os anseios democráticos dos brasileiros”, diz a presidente nacional do partido, deputada federal Renata Abreu (SP).

O Podemos é a concretização do sonho de uma jovem paulistana. Em 2013, Renata Abreu era uma das milhões vozes que tomaram as ruas do País, em massivas e alegres manifestações, para exigir do governo melhores condições de transporte, saúde e educação. Não pediam o impossível, queriam só melhor qualidade de vida.

“Mas não houve respostas a estas demandas. Ali, me certifiquei que a forma como se fazia política no Brasil estava muito defasada. Não atendia às reais necessidades da população que, de quatro em quatro anos, fazia a sua escolha na urna eletrônica. E na próxima eleição, nem se lembrava em quem votou”, relembrou Renata, que, na época, decidiu entrar de cabeça na política eletiva, já sonhando com a criação de um partido que mudasse essa realidade.

“Muitos desacreditavam, duvidavam e desaconselhavam o meu empenho para a realização deste sonho, mas hoje o Podemos é realidade, é forte e representa a grande renovação no sistema político nacional”, diz ela.

PIONEIRISMO DIGITAL

Transparência é uma das bandeiras do Podemos, para que o poder seja exercido realmente em nome do povo, pelo povo e com o povo, com rege a Constituição federal. As outras são participação cidadã e democracia direta. Muitos críticos chegaram a dizer que participação popular e democracia direta só seriam possíveis em pequenas comunidades, como na antiga Grécia, berço da democracia.

“Nós, do Podemos, mostramos que isso não é verdade”, orgulha-se Renata Abreu, ressaltando que hoje vivemos num mundo digital, com pessoas conectadas 24 horas por dia. O partido usa as mídias sociais e sua plataforma digital para consultas permanentes com a população. “O Podemos é pioneiro na prática de submeter à opinião dos eleitores, via internet, determinados temas para saber qual posição adotar na hora da votação no Congresso. O cidadão participa conosco das tomadas de decisões no dia a dia, fortalecendo a democracia. Temos ferramentas de participação formidável nas mãos!”

Exemplo marcante aconteceu na votação sobre a admissibilidade do processo contra o presidente Michel Temer. “Eu era favorável à admissibilidade, mas me comprometi a votar de acordo com a decisão da maioria. Quase 95% dos consultados também se colocaram a favor do processo. Mas, se não coincidisse, eu votaria contra minha posição assim mesmo. Isso é respeito à maioria, respeito às regras do jogo democrático”, comenta a dirigente partidária.

FORÇA NO CONGRESSO

Oriundo do PTN, o Podemos foi inspirado na frase ‘yes, we can’, do ex-presidente americano Barack Obama. Não é direita nem esquerda, é independente e a favor do Brasil. É a terceira maior bancada no Senado, liderada por Alvaro Dias (PR), que disputou pelo partido a eleição presidencial em 2018. E na Câmara dos Deputados, são 11 parlamentares.

É um dos partidos mais atuantes no Congresso, principalmente no combate à corrupção, em defesa da mulher. É do Podemos, por exemplo, a PEC pelo Fim do Foro Privilegiado, de autoria de Alvaro Dias. Também é do Podemos duas leis federais já em vigor que dão mais segurança à mulher: a criminalização da importunação sexual e a comunicação à polícia, em até 24 horas, dos casos de agressão atendidos nas redes públicas e privadas de Saúde, ambas de autoria de Renata Abreu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui