EXCLUSIVO!!! Áudios levantam suspeitas de caixa 2 na campanha de Ibaneis para compra de apoio de partido no DF

0
23

Numa manobra jurídica maquiavélica em plena campanha eleitoral, o presidente deposto do PHS conseguiu na semana passada uma liminar e retornou ao comando do partido. Investigado pela Polícia Federal, Eduardo Machado, já na cadeira de presidente nacional da sigla, nomeou o advogado Jorge Paulo Barrelin para substituir o presidente do PHS-DF, Cristian Viana.

Acontece que a surreal, rápida e oportunista manobra não durou muito tempo, porque nesta quarta-feira (3), a Justiça cassou a liminar e Eduardo Machado foi novamente catapultado do comando nacional do PHS, assim como seu subalterno no DF.

No curto período que ocuparam o partido, Eduardo e sua trupe fizeram e aconteceram. Os áudios abaixo revelam um suposto acordo criminoso com o candidato ao Governo do Distrito Federal, o advogado Ibaneis Rocha (MDB). Talvez isso explique os reais motivos que levaram Eduardo Machado a romper acordo fechado com Eliana Pedrosa (Pros), e ter migrado para a campanha de Ibaneis Rocha (MDB) ontem.

A assessoria de campanha de Eliana Pedrosa criticou a atitude de Eduardo e do adversário no DF. “Quem foi o autor da primeira demanda da retomada do PHS foi o Ibaneis. Como não conseguiram a vitória, eles foram a uma comarca de Goiás e conseguiram uma liminar. A decisão deveria ser de Brasília, pois aqui é a sede do partido, e não se sustentará por muito tempo.”

Por sua vez, a assessoria de Ibaneis Rocha confirmou o encontro com o presidente nacional do PHS e afirmou que Eduardo Machado procurou o emedebista para declarar apoio à candidatura local.

Nos áudios enviados aos membros do PHS-DF, existem frases bem interessantes para o Ministério Público Eleitoral investigar a fundo. Que ‘combinado’ foi esse entre o advogado Jorge Paulo e Ibaneis? O que integrantes do grupo de Eduardo Machado e Jorge Paulo receberam do milionário candidato nesse curto período para apoiá-lo?

No segundo áudio, o advogado e então presidente do PHS-DF diz que ‘fez mais em um dia do que a gestão anterior em um ano”. Acontece que os gastos do PHS-DF estão devidamente declarados na prestação de contas. Mas, e a prestação de contas deles? Será que receberam dinheiro de caixa 2 hoje?

Ouça os áudios do advogado e então presidente do PHS-DF, Jorge Paulo:

 

 

 

O deputado federal Marcelo Aro (PHS-MG) reassumiu a presidência nacional do PHS, e Cristian Viana reassumiu o comando do partido no DF e reafirmou apoio à candidatura de Eliana Pedrosa ao Governo do Distrito Federal. Cabe apenas perguntar: E agora, TRE-DF? Vai investigar mais essa denúncia de abuso do poder econômico do milionário candidato Ibaneis?

 

 

 

 

 

 

Fonte: Donny Silva

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui