Gim se retira da vida pública

0
15

O ex-senador Gim Argello encaminhou ao presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, carta em que renuncia à presidência regional do partido. Pede, também sua desfiliação. A carta foi protocolada ao meio-dia de ontem na direção nacional do PTB. Preso em Curitiba por conta da Operação Lava Jato, Argello conclui a carta dizendo que está se retirando da vida pública “a fim de cuidar da minha vida particular, da minha família, saúde e até mesmo da minha defesa judicial”.

“Nada encontrarão”

O ex-senador brasiliense aproveita o momento para um desabafo. Diz que no exercício de seus mandatos, especialmente no Senado, ajudou “dezenas, quiçá centenas de categorias, porque ajudar rico é fácil, mas fazer política para o povo são poucos”. Acredita que fez muito para que a desigualdade social no País não fosse tão grande. Diz ainda que, “Diante da atual situação que o País atravessa, por diversas vezes tentaram macular meu nome, e nada conseguiram, mas dessa vez chegaram ao extremo, criando e envolvendo-me em uma situação que jamais existiu, e tudo o que procurarão, não sei o que, nada encontrarão, tornando-se assim uma situação de total indignação para mim e minha família, uma vez que não existe base jurídica e factual para a minha prisão bem como a manutenção da mesma”, afirma.

 

Fonte: Coluna Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui