Hospital de campanha em SP é quase cenográfico, atestam deputados

0
55

Deputados não encontraram sequer um respirador e quase não viram camas, e quando as acharam estavams em colchões

Bastou uma visita de inspeção de deputados estaduais de São Paulo para descobrir que é praticamente cenográfico o “hospital de campanha” instalado pela prefeitura paulistana no Anhembi. Só a montagem custou R$12 milhões, além dos R$10 milhões mensais para sua “manutenção”. Pareciam esconder alguma coisa: tentaram impedir o acesso dos deputados à força, segundo eles relataram. Márcio Nakashima (PDT), chegou a ser empurrado. A prefeitura chamou o caso de “invasão” e informou que promoverá “queixa-crime” contra os parlamentares. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Uma das observações mais graves, feita pelo deputado Coronel Telhada (PP), é que nesse festejado “hospital de campanha” não há um só respirador.

O hospital de campanha do Anhembi foi montado para receber 1.800 pacientes, mas os deputados conferiram: só havia 10% disso.

Os deputados quase não viram camas e, quando as encontraram, estavam sem colchões. Viram também geladeiras ainda embaladas.

Veja o vídeo da visita não guiada do deputado Coronel Telhada à “cidade fantasma” do Anhembi:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui